O goleiro Emerson viajou para São Luis com a pulga atrás da orelha. O ídolo da Fiel chama a atenção para a força do Santos-AP, adversário deste sábado (15), no Castelão. Assim como os demais jogadores do time, o arqueiro prega respeito ao adversário da Copa Verde, salientando que a equipe amapaense chegou à fase semifinal por seus próprios méritos.

“Não foi à toa que passou (à semifinal), fazendo três (gols) no adversário. Então, é um adversário que requer cuidados, sem dúvida. É preciso respeitar, independente de que adversário seja. Acho que o principal para que se possa obter a vitória é o respeito. Temos de ter concentração para que nosso time possa fazer o melhor”, discursa o goleiro bicolor.

Emerson contou que assistiu apenas ao primeiro jogo entre Santos e Remo, confronto em que o próximo adversário bicolor assegurou sua permanência em na Copa Verde. “Não tive a oportunidade de ver o primeiro jogo deles, mas no segundo deu para ver que não é um time qualquer e que merece cuidado e respeito”, arrematou.

CHAMUSCA AINDA TESTA FORMAÇÕES


zoom_out_map
(Foto: Fernando Torres/Paysandu)

EMERSON DIZ QUE PSC PRECISA RESPEITAR O SANTOS-AP

Sábado, 15/04/2017, 09:05:18 – Atualizado em 15/04/2017, 09:46:45

Ogoleiro Emerson viajou para São Luis com a pulga atrás da orelha. O ídolo da Fiel chama a atenção para a força do Santos-AP, adversário deste sábado (15), no Castelão. Assim como os demais jogadores do time, o arqueiro prega respeito ao adversário da Copa Verde, salientando que a equipe amapaense chegou à fase semifinal por seus próprios méritos.

“Não foi à toa que passou (à semifinal), fazendo três (gols) no adversário. Então, é um adversário que requer cuidados, sem dúvida. É preciso respeitar, independente de que adversário seja. Acho que o principal para que se possa obter a vitória é o respeito. Temos de ter concentração para que nosso time possa fazer o melhor”, discursa o goleiro bicolor.

Emerson contou que assistiu apenas ao primeiro jogo entre Santos e Remo, confronto em que o próximo adversário bicolor assegurou sua permanência em na Copa Verde. “Não tive a oportunidade de ver o primeiro jogo deles, mas no segundo deu para ver que não é um time qualquer e que merece cuidado e respeito”, arrematou.

CHAMUSCA AINDA TESTA FORMAÇÕES

Além da provável escalação de Perema ou Pablo no posto do zagueiro Fernando Lombardi, o Paysandu também não terá em sua delegação o volante Ricardo Capanema, que se recupera de uma contusão na panturrilha. Diferente de Lombardi, o meio-campista já foi vetado pelo departamento de saúde do clube. A escalação bicolor ficou de ser anunciada na sexta-feira (14) pelo técnico Marcelo Chamusca (após o fechamento desta edição). O treinador estaria, segundo uma fonte bicolor, inclinado a mudar a formação do setor de ataque do time. Alfredo, que teve modesta participação no jogo contra o São Raimundo, estaria na iminência de perder a posição para o jovem Will, que também pode ocupar a lateral-esquerda. A mudança chegou a ser testada por Chamusca em Santarém, agradando o comandante bicolor, que viu mais poder de fogo do ataque da equipe, conforme revelou, após a partida com o Pantera. Se Will for para a lateral, o ataque bicolor seria formado, então, pelos dois Leandros, Cearense e Carvalho, além de Bergson.

(Nildo Lima/Diário do Pará)