Tão logo a vitória da última sexta-feira sobre o Londrina foi sacramentada, o técnico Dado Cavalcanti e os jogadores do Paysandu trataram de mudar o script e passaram a focar no Atlético-ES, adversário da próxima quarta-feira, na cidade de Cariacica, no Espírito Santo. A partida abre a final da Copa Verde. O confronto de volta acontecerá no dia 16 de maio, também uma quarta-feira, no Mangueirão. O atacante Cassiano lembra que o Papão precisa trazer do interior capixaba um bom resultado para fazer a partida de volta mais tranquilo em casa.

“O importante lá é fazer gol e conseguir uma vitória”, ensina o artilheiro. “Estamos conscientes de que conseguindo isso vamos conseguir jogar mais tranquilos aqui”, justifica Cassiano. Já o técnico Dado Cavalcanti destaca a diferença entre a Copa Verde e o Brasileiro, competições que estão sendo disputadas paralelamente pelo Papão. “É um jogo totalmente diferente. Vamos enfrentar um adversário desconhecido, principalmente na questão dos atletas”, observa.


O treinador começou desde ontem a passar informações aos seus comandados sobre o adversário. “A gente vai tentar paulatinamente, nesses dois dias passar informações importantes e necessárias sem encher a cabeça dos caras com muita coisa, até porque o mais importante vai ser a nossa forma de jogar”, diz Dado, que deve promover mudanças na formação bicolor, lançando mão dos novos contratados, no caso, o meia Thomaz e o atacante Claudinho.

(Nildo Lima/Diário do Pará)