empate em 1 a 1 com o Panamá não serviu apenas para escancarar algumas deficiências da Seleção Brasileira. Passada a partida, o técnico Tite externou suas impressões a respeito de algumas caras novas no elenco verde e amarelo, como Alex Telles, lateral-esquerdo chamado para substituir Filipe Luís, e Lucas Paquetá, que foi titular do Brasil pela primeira vez neste sábado.

Indo a campo com uma formação completamente alternativa, a Seleção Brasileira sofreu para reverter a superioridade ao Panamá em gols. Alex Telles, Lucas Paquetá e Éder Militão foram as principais novidades da equipe, que também contou com Richarlison na ponta direita.

“O [Alex] Telles foi bem, o Fagner foi bem, o Paquetá foi bem, o Richarlison foi bem. Então, tu começa a construir e fazer essas análises individuais, elas são necessárias. Às vezes, tu não tem entrosamento, mas as análises individuais acabam acontecendo”, afirmou Tite.


 

Na visão do treinador da Seleção Brasileira, o time não teve uma atuação à altura do que pode render no primeiro tempo, período em que acabou indo às redes. Já na etapa complementar, quando o Panamá, inclusive, ameaçou mais, Tite acredita que houve uma melhora coletiva. Independentemente das diferentes opiniões, uma coisa é certa: a falta de entrosamento do time escolhido atrapalhou bastante.

“É tudo uma construção. A gente trabalha futebol e sabemos o quanto a emoção e o querer produzir bem significam. Gostaria que nós fizéssemos o primeiro gol e que houvesse uma fluência maior, que a equipe adversária saísse mais para o jogo e desse espaço. Logo em seguida tomamos o gol, impedido, mas isso é com a arbitragem. Tenho que analisar o desempenho. O adversário veio com uma linha de cinco, e essa equipe não está acostumada. Com a outra equipe já há uma adaptação melhor”, completou.

Falando em outra equipe, a tendência é que Tite coloque em campo na próxima terça-feira, contra a República Tcheca, em Praga, o time considerado titular, com os retornos de Alex Sandro, Thiago Silva, Marquinhos, entre outros. A ver como a Seleção irá reagir diante de um adversário europeu e que jogará em casa.

Fonte: Gazeta Esportiva