Cuiabá e Paysandu, enfim, fazem a primeira partida da final da Copa Verde, hoje, às 21h, na arena Pantanal, após os transtornos sofridos pela delegação bicolor.

Para que o time bicolor chegasse até o local da partida, foi necessário que a CBF fretasse um voo, após adelegação ter perdido a conexão de Brasília a Cuiabá.

Problema contornado, agora o foco é na partida. Para o meia Tomás Bastos, o primeiro encontro entre as equipes vai mostrar preparação e foco no título. “Estou preparado. Cheguei a pouco tempo no clube e quero deixar o meu melhor nessas finais para marcar minha história nesse clube que acreditou em mim. Sempre fui muito profissional por onde passei e aqui não será  diferente. Estou treinando muito forte com o objetivo de ajudar da melhor maneira possível o Paysandu nesses dois jogos contra o Cuiabá.


Apesar de jogar a primeira partida na casa do adversário, o jogador acredita na tranquilidade. “Sabemos da dificuldade que é jogar na casa deles, mas estamos tranquilos e muito focados em conquistar esse título para o Paysandu”, finalizou o meia.

Copa Verde 

A competição foi fundada em 2014 com a proposta de aumentar a competitividade nas duas regiões e tem nome em alusão à Floresta Amazônica.

O jogo de volta está marcado para o dia 20 de novembro, às 21h, no Mangueirão. Em caso de empate no placar agregado, as duas equipes decidirão o título nos pênaltis.