Cueva não conseguiu segurar o choro após o fim da partida (Foto: Nelson Almeida/ AFP)

O dia 26 de junho de 2018 será um dos dias mais lembrados pelos peruanos apaixonados por futebol. Com a vitória por 2 a 0, o Peru voltou a ganhar uma partida em Copas do Mundo desde o triunfo por 3 a 1 diante da Escócia, em 1978. No entanto, o meia Christian Cueva recordará como um dia que poderia ter chorado de alegria, e não de tristeza, como aconteceu após o término do duelo diante do Austrália.

Assim que o árbitro apitou fim de jogo, o jogador do São Paulo caiu em campo e começou a chorar, lamentando não o resultado diante da Austrália, mas contra os outros dois rivais do grupo, França e Dinamarca. Assim que viu a cena, Paolo Guerrero foi até perto do meia e tento acalmá-lo, reforçando o placar positivo conquistado no último jogo do país neste Mundial.


Com três pontos conquistados, o Peru ficou atrás da Dinamarca, que terminou na segunda colocação. No confronto direto, os sul-americanos perderam por 1 a 0, mas tiveram grande chance de sair com um resultado positivo, já que Cueva perdeu uma cobrança de pênalti quando o jogo ainda estava 0 a 0.

Com a vitória, o Peru conseguiu se despedir do Mundial com uma campanha mais digna, com três pontos ganhos e saldo zerado. O time ficou atrás da Dinamarca, que com dois empates e uma vitória continua invicto, e da França, que com duas vitórias e um empate, também ainda não perdeu nesta Copa do Mundo.

O post Após vitória do Peru, Cueva chora e é consolado por Guerrero apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.

Fonte: Gazeta Esportiva