“Fora de casa se não dá para se vencer é preciso ao menos empatar.” Foi desta maneira que o goleiro Marcos Milanezi festejou o empate, sem gols, diante do Paraná. O resultado satisfez não só o camisa 1 do Papão, mas também os demais jogadores do time bicolor, como, por exemplo, o lateral-direito Ayrton. “A gente sabia das dificuldades. Viemos atrás dos 3 pontos, não deu, mas estamos levando 1 para casa”, comemorou o defensor.

Ayrton foi além, afirmando ter gostado da atuação do Papão, que, a bem da verdade, não conseguiu fazer um grande primeiro tempo. “Temos de lembrar que jogamos fora de casa e conseguimos marcar forte o adversário”, afirmou. O melhor jogador em campo pelo lado bicolor, o zagueiro Perema salientou que a proposta do time só não surtiu efeito pelo fato de não ter saído gol.

“Viemos com a proposta de explorar os contra-ataques, mas eles conseguiram se fechar muito bem lá atrás”, lamentou Perema. A delegação bicolor retorna hoje para Belém, com o grupo sendo liberado. A partir de segunda-feira, o técnico Marcelo Chamusca começa a trabalhar com vistas ao duelo com o Colorado dos Pampas. O treinador poderá até não contar com o atacante Bérgson, que segue em tratamento médico.


Chamusca celebra a 2ª partida sem tomar gol

Assim como seus comandados, o técnico Marcelo Chamusca deixou a Vila Capanema, em Curitiba, ontem, satisfeito pelo empate conseguido pelo Paysandu jogando fora de casa. “O ideal é sempre vencer, mas o resultado acabou sendo bom levando em consideração as dificuldades que tivemos”, comentou o treinador, referindo-se ao fato de ter pouco tempo para treinar sua equipe e, ao mesmo tempo, não dispor de todos os jogadores titulares.

O treinador aguarda pela recuperação dos atletas Emerson, Diogo Oliveira, Leandro Carvalho e Bérgson, que ficaram em Belém em tratamento de contusões variadas. Voltando ao jogo contra a Gralha, Chamusca ressaltou, na coletiva pós jogo, o valor do adversário. “Trata-se de uma equipe de grande qualidade, forte e que está bem colocada no campeonato”, comentou.

Chamusca destacou o fato de o Paysandu ter feito o seu segundo jogo na Série B sem ter sua defesa vazada. “Foi nossa segunda partida sem sofrermos gol. É um detalhe importante”, salientou. O treinador disse esperar uma produção ainda maior, no futuro, dos novos jogadores. “As perspectivas são muito positivas. São atletas que quase não treinaram e que só agora estão começando a jogar com o time”, disse.

(Nildo Lima/Diário do Pará)