Uma das etapas mais esperadas pelos torcedores sobre as obras de revitalização do estádio Evandro Almeida começou neste sábado (12), com a chegada do novo gramado da praça esportiva azulina.

Antes, o projeto Retorno do Rei ao Baenão, iniciado por um grupo de torcedores ganhou o apoio de um empresário, que doou toda a grama do estádio Baenão e até o fim deste mês, o Clube do Remo deverá voltar ao Baenão para realizar treinamentos.


(Foto: Via Whatsapp)

Enquanto isso, as obras no estádio seguem e depois de revitalizar toda a área da travessa 25 de Setembro, o projeto está prestes a concluir o lado da Avenida Almirante Barroso e toda a área da Travessa das Mercês.

Já existe um projeto para que o Baenão seja entregue ao Remo com capacidade para 22 mil pessoas, mas isso ainda passará pela aprovação do Conselho Deliberativo do Remo.

Inaugurado em 1917, o estádio Evandro Almeida não recebe jogos oficiais desde o dia 1º de maio de 2014, quando o Remo venceu o Independente por 4 a 0, pela semifinal do returno do Campeonato Paraense.

(DOL)