Surpresa, mas nem tanto. Depois de dois treinos livres com muita superioridade, a Mercedes pode ter se assustado com o desempenho de Vettel na última sessão antes do qualificatório para o GP da Áustria. Entretanto, nesta manhã de sábado, logo as preocupações da equipe se dissiparam: Valtteri Bottas surpreendeu, garantiu a pole position e largará à frente no circuito de Spielberg.

Com tempo de 1min03s130, o finlandês anotou um recorde: o de volta mais rápida da história do Grande Prêmio. Tendo sido pole também em 2017, Bottas irá largar à frente de Lewis Hamilton, seu companheiro de equipe (garantindo a dobradinha da Mercedes), e do alemão Sebastian Vettel.

No Q1, primeira parte do treino classificatório, que contou com as eliminações de Vandoorne (McLaren), Pérez (Force India), Sirotkin (Williams), Hartley (Toro Ross) e Ericsson (Sauber), a grande surpresa foi Romain Grosjean, da Haas, que ficou à frente de Vettel e Verstappen, com tempo de 1min04s242. Já na reta final da etapa, Charles Leclerc, que teve problemas no último treino livre, acabou saindo da pista, mas ainda assim garantiu vaga na segunda parte.


O Q2 viu, logo de início, o recorde de volta mais rápida do circuito de Spielberg ser quebrado. Os dois pilotos da Ferrari e da Mercedes, além de Verstappen e Grosjean andaram além da marca no período qualificatório, que teve Stroll (Williams), Alonso (McLaren), Leclerc (Sauber), Gasly (Toro Rosso) e Ocon (Force India) serem eliminados. Vettel terminou à frente de Hamilton e foi para o Q3 com mais confiança de obter a pole position.

Na última parte do treino deste sábado, os pilotos “voaram”. Vettel decepcionou e, na última tentativa de conseguir a pole, não foi capaz de bater o tempo de Bottas, que já havia anotado a melhor marca da história da pista. Hamilton chegou mais perto, ficando apenas 0s019 atrás do companheiro de equipe e garantindo a segunda colocação no grid de largada.

Às 10h10 (horário de Brasília) deste domingo, o Grande Prêmio da Áustria, nona etapa da temporada 2018 da Fórmula 1, terá seu início. O atual líder da tabela de classificação dos pilotos da categoria é o britânico Lewis Hamilton, da Mercedes.

(Arte: Vincent LEFAI, Matthias BOLLMEYER, Maria-Cecilia REZENDE, William ICKES / AFP)

Fonte: Gazeta Esportiva