Durante um confronto entre torcedores rivais dos times Paysandu (PA) e Fortaleza (CE), quatro suspeitos foram detidos na noite desta segunda-feira (13), na Praça Luiza Távora, no bairro Aldeota, em Fortaleza. O caso chegou a ser confundido pelos internautas como um arrastão (roubo coletivo), mas a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) desmentiu o fato.

Segundo informações do órgão, os torcedores foram encaminhados para o 34º Distrito Policial para depor, sendo liberados em seguida. O presidente da torcida organizada do time bicolor, Adriano Ferreira, dá versão do caso: “Estávamos saindo da praia, entrando no Uber, quando chegaram oito carros do Fortaleza. Um dos nossos integrantes foi puxado para fora e jogado no chão. Isso levou uns cinco minutos, até que a polícia apareceu”.


O boato começou com vídeos publicados na internet com as pessoas dizendo que se tratava de um arrastão, e que estabelecimentos foram invadidos na ocasião. Nos registros, as pessoas corriam desnorteadas pelas ruas Costa Barros e Carlos Vasconcelos.

(Com informações do portal O Povo)

Conteúdo Relacionado: