O torcedor bicolor pode comemorar a volta do Paysandu ao G4 do Campeonato Brasileiro da Série B. Nesta sexta-feira (1), o Papão recebeu o Boa Esporte-MG no Estádio da Curuzu e venceu pelo placar de 2 x 0, pulando para a terceira colocação provisória na tabela.

Veja como foi o lance a lance!

Os gols foram marcados pelo mesmo jogador, o atacante Cassiano, que balançou a rede do adversário duas vezes no primeiro tempo de partida e garantiu mais três pontos ao Bicola.

Agora, o time paraense soma 15 pontos na classificação, na terceira posição, mas ainda dependendo do término da rodada para saber a real posição. O próximo compromisso será na terça-feira (5), contra o Criciúma-SC, fora de casa, a partir de 19h15.


O JOGO

O primeiro tempo do Paysandu contra o clube mineiro foi de altos e baixos. Para a alegria da Fiel, porém, nos momentos difíceis o time soube ser cirúrgico e saiu dos primeiros 45 minutos com importante vitória parcial no placar.

Os bicolores começaram embalados pelo apoio da arquibancada, e o gol não demorou para sair. Logo aos quatro minutos, Thomaz fez boa jogada na área do Boa e cruzou com capricho para o centroavante Cassiano, que desviou de cabeça para o gol. 1 x 0.

Após abrir o placar, o time de Dado Cavalcanti sofreu com saídas de bola sem qualidade e muitos erros defensivos que quase custaram caro, como em lance que Machado saiu de cara para o gol, mas parou em grande defesa do goleiro Renan Rocha.

Nos instantes finais da primeira etapa, novamente a dupla Thomaz e Cassiano. O meia deu bom passe para o atacante, que girou na defesa do clube de Minas e chutou com categoria, para aumentar a contagem e garantir o Papão com 2 x 0 até o intervalo.

No segundo tempo, o time de Dado Cavalcanti colocou a bola no chão e valorizou a posse da redonda, sem pressa para chegar ao ataque e dando menos espaços para o adversário trabalhar no setor ofensivo.

A partida ganhou caráter de “arrastada”. Enquanto o Paysandu mostrava-se satisfeito com a vantagem, o Boa Esporte-MG pecou na falta de qualidade dos homens de ataque, que praticamente não colocaram o goleiro Renan Rocha para entrar em ação na etapa final.

Nos últimos minutos, quase o hat-trick do artilheiro Cassiano, que recebeu outro presente na área do clube mineiro, mas a finalização explodiu na trave do goleiro Fabrício, foi o último grande momento da noite que terminou com vitória alviceleste.

(DOL)