O empate e, consequentemente, a perda da Copa Verde, diante do Luverdense-MT, já é passado, na Curuzu. Os bicolores, claro, ainda lamentam o fato de o time ter deixado escapar o bicampeonato. Na véspera, o técnico Marcelo Chamusca comentou o resultado adverso. “Colocar todo o peso no primeiro jogo seria, de minha parte, uma injustiça”, declarou, referindo-se aos 3a1 sofrido em Cuiabá. O treinador lembrou que na partida de ida teve de conviver com alguns desfalques, tendo em vista afinal do Parazão, contra o Remo, logo em seguida. “Procuramos fazer lá o melhor dentro das dificuldades que tivemos”, salientou.

Chamusca reconheceu que o Papão teve dois tempos distintos na decisão. “No segundo tempo, emocionalmente, o time caiu muito, perdeu força”, analisou.


O treinador procurou repartir entre o elenco o ônus pelo fracasso. “Quando fomos campeões, ganhamos todos. Agora tivemos o insucesso e também vamos dividir o resultado”, comentou, ainda depois da partida de terça.

(Nildo Lima/Diário do Pará)