As últimas duas partidas da Chapecoense não foram nada favoráveis. O clube de Santa Catarina amargou duas derrotas seguidas e a defesa foi o setor que apresentou mais problemas. No jogo deste domingo, a Chape acabou perdendo para a Ponte Preta, por 3 a 2, e chegou a nove gols sofridos em apenas duas partidas.

“É um absurdo tomar nove gols em dois jogos. Em uma linha geral não podemos admitir que a Chapecoense, com o nível de jogo que nós temos, tome nove gols em dois jogos. Eu já cobrei dos jogadores, vou cobrar novamente na segunda e terça-feira, para que quarta e domingo a gente tenha uma performance melhor no aspecto defensivo”, disse o técnico Vagner Mancini em entrevista coletiva.

Na partida em Campinas, a Ponte Preta chegou a abrir 3 a 0 no placar, com gols de Renato Cajá, Lucca e Naldo. A Chape só respondeu no segundo tempo, quando conseguiu marcar com Rossi e Osman.


“Não posso colocar a culpa no sistema defensivo, porque os dois primeiros gols surgiram de jogadas onde tínhamos a bola no ataque. O que aconteceu nos dois gols da Ponte, foi que dois jogadores perderam as disputas individuais e acabamos pagando por isso. Se um atleta perdeu a jogada eu tenho que ir no corpo a corpo, fazer de tudo para matar a jogada e acabar com o problema. Isso é elementar no futebol. Hoje tivemos alguns erros infantis, que normalmente nosso time não comete”, afirmou o comandante.

Apesar dos resultados adversos, o experiente treinador não terá muito tempo para treinar a equipe. O Verdão do Oeste volta a campo na próxima quarta-feira, às 21h45 (de Brasília), quando recebe a visita do Vasco. O técnico Vagner Mancini acredita que mesmo com o pouco tempo, os jogadores serão capazes de absorver seus conselhos.

“Não temos tempo para treinar, então temos que utilizar vídeos do que os atletas fizeram. É interessante quando você mostra para ele aquilo que todos viram. Sabemos que hoje erramos. Você não pode ter erros em sequência, porque acaba prejudicando a campanha da equipe no futuro. Você não pode com um erro individual jogar por água abaixo todo o trabalho tático que fazemos dentro de campo. Por conta disso, todos os atletas têm que ter consciência. Vou sentar com todos os jogadores, mostrar o que estamos vendo de fora de campo e tentar corrigir”, finalizou Mancini.

Fonte: Gazeta Esportiva