Depois do clássico entre Paysandu X Tuna, o futebol paraense voltará a viver emoções do outro clássico envolvendo o lado cruzmaltino de Belém, em jogos do Campeonato Paraense.

Remo X Tuna voltam a disputar uma partida válida pelo Parazão e agora em fase semifinal, onde somente um dos dois clubes avançam para a grande final do Estadual, após a classificação da Lusa contra o Itupiranga, conquistada nesta quarta-feira (5).

Em jogos oficiais, os dois times não se enfrentam desde 2013, mas se tratando de jogos decisivos, o histórico entre azulinos e cruzmaltino é bem mais extenso neste século.


Em 2002, a Lusa eliminou os azulinos no Campeonato Paraense após um empate em 1 a 1 no estádio Mangueirão depois de vencer os remistas por 1 a 0, com destaque para o atacante Téo, que marcou os dois gols no cruzamento e que no ano seguinte acabou indo para o Baenão.

Por falar nisso, em 2003, a Tuna chegou a ficar perto de conquistar o título paraense após vencer o primeiro jogo por 2 a 1, mas na volta, o Leão não tomou conhecimento e goleou por 4 a 0 conquistando o título paraense.

Em 2007, o clássico acabou decidindo o Campeonato Paraense: primeiro, a Lusa eliminou o Remo na semifinal do primeiro turno jogando com a vantagem do empate em 1 a 1 e no final, os dois acabaram conquistando um turno cada, o que gerou a decisão do Parazão daquele ano.

Se por um lado, o Remo venceu o último confronto em 2013, a última vez que a Lusa venceu o Leão foi dentro do Baenão em 2011, com uma vitória por 2 a 1 pela primeira fase do Campeonato Paraense.

Novos dois capítulos estão programados na história do duelo, que começará a ser escrito neste fim de semana, com cobertura do portal DOL.

(DOL)