Diante do Pinheirense, às 9h, no estádio Baenão, o grupo de jogadores do Clube do Remo que está à procura de uma chance no elenco principal da equipe, acredita que hoje é o “Dia D” para sacramentar a permanência no plantel. Com expectativa de um jogo difícil, já que o rival está ativo na Segundinha, os profissionais almejam ratificar a boa impressão que criaram o longo das três últimas semanas, para honrar a “convocação” da comissão técnica e diretoria para o laboratório de testes. “Ainda vamos ter mais alguns dias de treino, mas acho que agora é para valer. Pode confirmar a decisão do Netão ou até mudar. É entrar inspirado e encarar como final de campeonato”, comentou o zagueiro Yan.

Mesmo afastado da equipe desde 2010, quando atuou pela última vez como atleta azulino, o ala-esquerdo Edinaldo, cria da base remista, sabe que a posição é uma das que há tempos não encontrou um jogador à altura. Dessa maneira, preparado para tomar às redes, o atleta reiterou a necessidade de uma atuação acima da média pra tentar retomar o seu antigo posto. “Não apenas na esquerda, mas na lateral-direita a gente vê a dificuldade no time. Sempre acompanhei e, com todo o respeito, essa oportunidade do Neto e do Ari me motivou para vir atrás da vaga. Focar e fazer o máximo para agarrar essa chance”, salientou o jogador.


NÚMERO

220 – Quantidade de torcedores que poderão acompanhar o coletivo de hoje, bastando apenas pagar R$ 10 nas bilheterias do estádio.

(Matheus Miranda/Diário do Pará)