Em mais uma partida abaixo do que pode render, o Barcelona contou com a estrela de Lionel Messi para vencer o Espanyol por 2 a 0, no clássico catalão pela 29ª rodada do Campeonato Espanhol, no Camp Nou. O jogo estava complicado, mas em uma cobrança de falta, com desvio de Victor Sánchez e um gol no final do confronto, o time blaugrana conseguiu os três pontos.

Destaque para Malcom, que entrou no segundo tempo e deu a assistência para Messi no segundo gol. O brasileiro foi muito bem nos minutos que teve para mostrar serviço. Já Philippe Coutinho, iniciou como titular, mas não aproveitou a oportunidade.

Com o resultado, o time comandado por Ernesto Valverde soma 69 pontos, 13 a mais em relação ao Atlético de Madrid, vice-líder e que jogará mais tarde diante do Alavés. Já o Espanyol é o 14º com 34 pontos ganhos.

Na próxima rodada de La Liga, o Barça vai pegar o Villarreal, fora de casa, às 16h30 (horário de Brasília), em jogo marcado para a terça-feira. O Espanyol recebe o Getafe, no mesmo dia às 15h30 (de Brasília).

Barça pressiona, mas não marca


Sem muita inspiração nos primeiros minutos, o jeito era procurar Messi. Aos oito minutos, Alba tocou para o argentino, que passou por dois jogadores adversários e bateu com a canhota, mas por cima do gol.

Aos poucos, os donos da casa começaram a ter o controle da partida. Em contra-ataque rápido, Messi lançou Suárez. O uruguaio brecou e ajeitou para Rakitic, que mandou uma bomba. A bola saiu raspando a meta defendida por Diego López.

Praticamente na sequência, Jordi Alba foi à linha de fundo e tocou para Suárez. O uruguaio dominou e, sem pensar, chutou de perna esquerda para fora, passando perto. A chance mais clara foi em cabeçada de Piqué, que exigiu grande defesa do goleiro do Espanyol.

Por fim, no último lance do primeiro tempo, o árbitro ficou em dúvida se houve ou não pênalti em Philippe Coutinho. Após consultar o VAR, o juiz mandou seguir e, assim, o primeiro tempo acabou com o placar em branco.

Messi resolve e Barcelona vence mais uma

Na etapa complementar, o panorama do jogo seguia o mesmo. O Barcelona por muito pouco não abriu o placar aos nove minutos. Em mais uma ultrapassagem pela esquerda, Alba procurou Messi, que pegou de primeira, mas a redonda carimbou a defesa e saiu por cima do gol.

A pressão continuava. Em jogada que envolveu boa troca de passes, Coutinho entrega na direita da entrada da área para Rakitic, que acabou errando o alvo na hora da finalização.

Até que finalmente, Lionel Messi resolveu a parada. O camisa 10 fez bela jogada individual e só foi parado com falta. Na cobrança, o argentino bateu com nojo, com um toquinho por cima da barreira. Victor Sánchez, que tentou adivinhar a cobrança tentou tirar de cabeça em cima da linha, mas mandou contra o próprio gol.

Depois de sair na frente, as coisas se tranquilizaram a favor do Barça. A equipe passou a administrar o resultado tocando a bola, enquanto o rival se limitava aos contra-ataques. Por fim, aos 44 minutos, os donos da casa fecharam a conta. Rakitic lançou Malcom, que carregou em velocidade e tocou para Messi definir a vitória por 2 a 0.

Fonte: Gazeta Esportiva