O centroavante Diego Souza e o superintendente de relações institucionais Diego Lugano, do São Paulo, serão julgados nesta sexta-feira pelo STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) pelos incidentes ocorridos durante o duelo com o Fluminense, no último dia 2, no Morumbi, pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Na ocasião, por dar uma cotovelada no peito do lateral direito Léo, o camisa 9 acabou sendo expulso de forma direta pelo árbitro Dewson Freitas. Ele foi denunciado no artigo 250 do CBJD (Código Brasileiro de Justiça Desportiva), que prevê suspensão de uma a três partidas.

No entanto, Diego Souza só voltará a desfalcar o Tricolor se receber mais do que um jogo de punição, pois já cumpriu suspensão automática contra o Atlético-MG.


Lugano, por sua vez, será levado ao tribunal por “invadir local destinado à equipe de arbitragem” durante o intervalo da partida. Enquadrado no artigo 258, o dirigente pode pegar um gancho de 15 a 180 dias.

Além deles, o STJD também denunciou Léo, acusado de simulação no lance envolvendo Diego Souza. Enquadrado no mesmo artigo de Lugano por “assumir conduta contrária à ética desportiva”, o lateral pode ficar afastado de uma a seis partidas.

O post Diego Souza e Lugano serão julgados na sexta por incidentes contra o Flu apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.

Fonte: Gazeta Esportiva