Em preparação para a Copa América de 2019, no Brasil, o time dirigido por Tite tem dois amistosos marcados para março. Serão os últimos testes da Seleção antes de o técnico divulgar a lista final de convocados para a disputa do torneio.

Coordenador de seleções da CBF, Edu Gaspar revelou que algumas das exigências de Tite serão que os jogadores se apresentem em março com boas condições técnicas e físicas. O recado é mais direcionado para os atletas que atuam no futebol brasileiro, que que estarão em início de temporada nesse mês.

“O Tite vem passando uma mensagem da importância de os atletas voltarem bem. Se não chegarem bem em março, as chances podem diminuir. É importante eles terem essa consciência, para que possam estar sendo convocados”, disse o dirigente, que participou de jogo festivo promovido por Ronaldinho Gaúcho e Denílson, em São Paulo, no último domingo.


Gaspar falou sobre os critérios a serem analisados pela comissão técnica da Seleção: “Nossa observação vai ter que ser de acompanhamento: como voltaram de férias, peso, percentual de gordura. Todos esses detalhes são importantes para que o Tite possa convocar com segurança”.

Eliminado pela Bélgica nas quartas de final da Copa do Mundo, o Brasil venceu os seis amistosos disputados na sequência – Estados Unidos (2 a 0), El Salvador (5 a 0), Arábia Saudita (2 a 0), Argentina (1 a 0), Uruguai (1 a 0) e Camarões (1 a 0).

Os dois próximos ainda não têm adversários definidos, mas serão cruciais para Tite definir os selecionados. Em junho, haverá dois amistosos no Brasil, um no Maracanã e outro no Beira-Rio, mas já com a Seleção convocada.

“Essa convocação de março estará muito próxima da Copa América e vai servir como preparação. Só temos quatro jogos amistosos até o início, então precisamos estar com o grupo já bem direcionado”, frisou Edu.

A Copa América será disputada entre os dias 14 de junho e 7 de julho. Além do Brasil, a competição será disputada por Argentina, Bolívia, Chile, Colômbia, Equador, Paraguai, Peru, Uruguai e Venezuela. As seleções asiáticas do Japão e do Catar participação do torneio como convidadas.

Fonte: Gazeta Esportiva