O empresário Roger Aguilera, que comporia a chapa com o advogado Alberto Maia para a eleição que apontará, no dia 28 de novembro, o presidente do Paysandu para o biênio 2019/2020, não será mais candidato. O nome do ex-diretor de futebol do clube, na gestão do ex-presidente Vandick Lima, não aparece entre os 1.046 associados bicolores aptos a participar do pleito. De acordo com informações dentro da sede do Papão, Roger não estaria com sua mensalidade em dia, como exige o estatuto do clube. O prazo para que os associados colocassem suas situações em dia expirou no dia 30 de setembro.

Ontem, por telefone, o presidente da Assembleia Geral, advogado Antônio Maciel, informou que a lista contendo os nomes dos associados em condições de participar da eleição foi enviada pela diretoria executiva do clube, que tem à frente o presidente Tony Couceiro. “O que a Assembleia faz é apenas publicar a relação que nos é enviada pela diretoria do clube”, detalhou Maciel. O presidente do órgão encarregado de dirigir o pleito explicou que a lista com os nomes dos sócios eleitores está afixada na sede social do clube desde o dia 1º de outubro.

“O prazo para a fixação dessa lista seria o dia 30, ocorre que nesse dia tivemos o feriado, o que nos levou a publicá-la somente no dia seguinte”, informou Maciel. Os 1.046 associados com direito a voto estão assim distribuídos: 15 (grandes beneméritos), beneméritos (44), beneméritos atletas (21), sócios remidos (605) e sócios proprietários (361). O prazo para o registro de chapas para a eleição bicolor vai até a próxima segunda-feira (22).


INDEFINIÇÃO

Até ontem nenhuma chapa havia sido registrada. Mas, sabe-se, que o pleito deverá contar com pelo menos dois candidatos: Alberto Maia e Ricardo Gluck Paul, o primeiro da oposição e o segundo da situação.

Espera-se também a participação do ex-presidente Luiz Omar Pinheiro na disputa. Ontem, Maia negou que tenha sido procurado pela situação para uma composição.

“Não teve nenhuma conversa sobre composição”, assegurou o ex-presidente, que deve anunciar hoje o nome do substituto de Roger em sua chapa. “Até amanhã (hoje) a gente define essa situação”, prometeu.

(Nildo Lima/Diário do Pará)