O ex-atacante do Paysandu Arinelson Freire Nunes, ou simplesmente Arinelson, foi preso durante ronda realizada na avenida Almirante Barroso, em Belém, na noite do último sábado (20).

Segundo a Polícia Militar, após suspeita de algumas ocorrências de roubo envolvendo um veículo Honda Civic Branco, Arinelson foi abordado.

Ao efetuar a busca no veículo, foram encontradas uma pistola Tauros calibre 380 com dois carregadores contando 20 munições, além da quantia de R$ 3 mil. De acordo com a PM, o ex-jogador não tinha relação com os roubos, sendo abordado apenas pela semelhança entre os veículos.


A Polícia Civil informou que Arinelson foi atuado em flagrante por porte ilegal de arma e está preso à disposição da Justiça para passar por audiência de custódia. O crime, segundo a PC, é afiançável na Justiça, na polícia não.

ACORDO NA JUSTIÇA

Vale relembrar que o ex-jogador – que também já teve passagens por Santos, Guarani e Flamengo – acionou o Paysandu na Justiça em 2017, passando a receber R$ 60 mil mensais do clube até maio de 2020.

Arinelson também também foi detido em 2014, após destruir o portão de um motel em Belém após demora no atendimento para sair do local.

(DOL)