Sem contrato desde o fim do ano, o executivo de futebol Felipe Albuquerque foi oficialmente desligado do Paysandu logo após o fim da Série C para a equipe bicolor. Contratado em dezembro de 2018, logo após Ricardo Gluck Paul assumir a presidência do clube, ontem ele publicou em suas redes sociais uma despedida da Curuzu, enaltecendo os números desses pouco mais de dois anos.

“Foram sete competições disputadas, chegamos à fase final de cinco destas, sendo três nacionais e duas estaduais. Conquistamos o 48º título paraense, mantendo a hegemonia estadual”, escreveu. “Deixo o clube com processos muitos bem sedimentados em diversas áreas, somos sabedores de que gestão é um processo contínuo e o clube precisa continuar evoluindo”.


Além dos feitos, Felipe Albuquerque contabilizou pelo menos uma grande polêmica em sua passagem pela Curuzu. Em setembro, o técnico Hélio dos Anjos deixou o clube após desentendimentos com o executivo. Na balança bicolor da época, o dirigente teve mais peso e o treinador acabou deixando Belém.

(Diário do Pará)