O Vila Nova-GO, adversário bicolor, desembarca em Belém na próxima quinta-feira (02), para fazer um treino antes de enfrentar o Papão na sexta-feira (03), no estádio da Curuzu, pela 33ª rodada da Série B.

O elenco do Tigre luta pelo acesso à Série A. Ocupa a sexta posição com 51 pontos. O retrospecto recente não é muito bom para o adversário bicolor. Em 18 pontos disputados, o time só conquistou seis, com dois gols marcados nas últimas seis rodadas.

“Acho que temos que estar com a cabeça focada no G4, por mais que teoricamente, tenha dado tudo errado nessa rodada, sabemos que ainda tem campeonato e temos que continuar sonhando com uma vaga e lutar por isso”, avaliou Mateus Muller.


Na última rodada os concorrentes diretos do Vila venceram, mas o time não pontuou.

O lateral-esquerdo é velho conhecido da torcida paraense, e pode entrar como titular contra o Paysandu. Mateus Muller deve substituir Gastón Filgueira, suspenso por conta de três cartões amarelos. O jogador fez parte da equipe azulina que conquistou o acesso à Série C, em 2015.

O Vila ainda tem no seu elenco o atacante Ruan, que também marcou no futebol paraense, mas dessa vez com a camisa alviceleste. O atleta marcou o gol do acesso bicolor em 2014 contra o Tupi.

Na tarde da última segunda-feira (30), o Tigre voltou aos treinos após uma pequena folga. Com dois desfalques, além de Gastón, Maguinho segue suspenso pelo mesmo motivo; o técnico Hemerson Maria começa a definir os substitutos, as opções para a lateral direita são Anderson Luís e Léo Rodrigues, já para a esquerda, pode ser Mateus ou até mesmo o zagueiro Bruno Prado, que é canhoto e já atuou nessa posição.

(Com informações da Ascom/Vila Nova)