Depois da vitória sobre o Criciúma-SC, resultado que colocou o time na 11ª colocação da Série B do Brasileiro e, consequentemente, o afastou ainda mais do perigo de rebaixamento à Série C de 2018, a diretoria do Paysandu trabalha com a perspectiva da Curuzu receber, na próxima sexta-feira (3), por ocasião da partida contra o Vila Nova-GO, pela 33ª rodada, um público superior aos 4.584 pagantes registrados no jogo passado. Os dirigentes confiam que o triunfo sobre o Tigre catarinense injetou mais ânimo no torcedor bicolor, que não via, até antes do último compromisso, o time vencer há três rodadas.

Além da motivação pelo resultado frente ao Criciúma, existe ainda um outro fator que poderá influenciar na presença do torcedor em grande número no estádio. Caso passe pelo Vila Nova, o Papão poderá chegar a 9ª colocação na tabela de classificação. Mas para isso, além de fazer o seu dever de casa, a equipe terá de torcer por um empate entre Goiás-GO e Criciúma, que se enfrentam hoje à noite, em Goiânia. O time goiano é o 9ª colocado, enquanto seu adversário é o 10º, ambos com 42 pontos e, no caso de ocorrer igualdade no placar, os concorrentes chegaria a 43 pontos, ou seja, um ponto a menos que o Paysandu que, no momento, soma 41 pontos.


INGRESSOS

Outro chamariz para atrair público foi a decisão tomada pela direção bicolor de não majorar os valores dos ingressos de arquibancada e cadeira, que seguem com preços promocionais fixados em R$20 e R$40, respectivamente. Os bilhetes já podem ser adquiridos antecipadamente pelo torcedor, a partir de hoje, na maioria dos tradicionais postos de venda. Apenas no estádio da Curuzu os bilhetes serão disponibilizados ao público somente a partir de amanhã. Um total de 9.570 entradas serão disponibilizadas ao público, sendo 3 mil destinados aos filiados ao projeto Sócio Bicolor.

(Nildo Lima/Diário do Pará)