Lewis Hamilton é tetracampeão da Fórmula 1 (Foto: Glenn Nicholls/AFP)

Após a estreia da temporada 2018 da Fórmula 1 no último fim semana, o atual campeão Lewis Hamilton acredita ser cedo para definir a ordem de forças entre as equipes. Como era de se esperar, Mercedes, Ferrari e Red Bull se destacaram no Grande Prêmio da Austrália, mas para o britânico, que terminou em segundo, serão necessárias mais algumas corridas para se ter de fato um panorama melhor sobre as competências e fraquezas de cada time.

Na corrida em Melboune, a favorita Mercedes veio forte, especialmente no treino classificatório, no qual Hamilton cravou a pole-position. No entanto, o britânico foi surpreendido pelo safety car virtual durante a corrida e, com um erro de cálculo da equipe, acabou superado por Sebastian Vettel, que venceu a abertura do campeonato.


“Pela minha experiência, não dá para ter um bom entendimento até (que sejam realizadas) quatro corridas. No momento, apenas após uma corrida, não tenho ideia”, destacou o tetracampeão.

Para a próxima corrida, que acontece entre os dias 6 e 8 de abril no Bahrein, Hamilton espera forte concorrência da Ferrari novamente, mas acredita que ainda é cedo para apontar prognósticos: “Nós vamos para o Bahrein e teremos altos e baixos. A Ferrari é realmente rápida nas retas, eles serão velozes na próxima corrida, e são sempre bons em circuitos quentes. O Bahrein, mesmo sendo uma corrida noturna, ainda é duro com os pneus”, destacou. “Então eu realmente não tenho ideia. Mas posso dizer que não será fácil e que será apertado”, concluiu.

O post Hamilton acredita ser cedo para definir ordem de forças na F1 apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.

Fonte: Gazeta Esportiva