Sem participar do Campeonato Brasileiro de Futebol desde 2012, o Independente Tucuruí, que garantiu a vaga ano passado ficando entre os três primeiros colocados no Campeonato Paraense, retorna à série D da competição nacional. Essa é a segunda vez que o Galo Elétrico participa da Quarta Divisão e os investimentos não foram poucos. O presidente do clube, Deley Santos, revelou durante a semana que a folha salarial soma quase R$ 200 mil e que o principal objetivo do clube é o acesso.

 Só que antes da equipe de Tucuruí chegar à Terceirona, terá que passar pela primeira fase, que inicia para o time hoje, com um jogo em que a equipe terá que brigar inicialmente com o desgaste da viagem de 26 horas de Tucuruí até Vilhena (RO), cidade do rival, o Barcelona-RO. O jogo será às 18h no estádio Portal da Amazônia.
A equipe do técnico Sinomar Naves, comandante do Galo, só será definida momentos antes da partida. Mas o técnico, que mesmo tendo experiência em competições nacionais com Paysandu, Tuna e Ananindeua, sabe que a Quarta Divisão não será nada fácil de enfrentar.

“Essa é a minha estreia na Série D e, analisando, eu diria que, pela logística, as viagens são longas e desgastantes. Esse é o principal problema. O nível de competição exige muito também”, disse. “Mas nós temos a certeza que a equipe está comprometida em fazer uma boa estreia”, ressaltou Sinomar.


SOBRE O RIVAL

O adversário, Barcelona-RO, está disputando o Campeonato Rondoniense e ocupa atualmente a terceira colocação da tabela com oito pontos e, nessa fase, só teve uma derrota, fazendo uma campanha regular na competição.

PARA ENTENDER – SOBRE A QUARTA DIVISÃO

– Desde 2016, ano em que a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) mudou a regra de classificação, são 68 equipes disputando a última divisão nacional.

– Essas equipes de se dividem em 17 grupos regionalizados com 34 partidas só nessa primeira fase.

(K.L. Carvalho/Diário do Pará)