O RexPa 758 terminou com a vitória do Remo mostrou que as vezes, a inteligência emocional pode levar a glória ou a ruína.

Em um jogo movimentado, com gols, o erro fatal de Serginho foi o caminho para a vitória remista no clássico, onde sem ser afobado por ter um atleta a mais, o Remo foi esperto.

A tática de Paulo Bonamigo deu certo: cansou o rival no primeiro tempo e aproveitou a etapa final para num vacilo conquistar sua terceira vitória em clássicos desde seu retorno à Belém.


O então Augusto encaminhou a vitória com Rafael Jansen deixando a vitória consolidada com um gol de bela feitura, infelizmente sem que o torcedor pudesse presenciar a obra prima.

Não devemos deixar de menosprezar a valentia do Paysandu, que lutou com um homem a menos em quase todo o jogo, onde mesmo no primeiro tempo teve oportunidades para marcar , apesar de que no segundo o goleiro Vinicius foi um telespectador.

Os rivais se encontram daqui a 3 semanas, mas antes terão decisões fundamentais pelo acesso: o Remo pega o desesperado Ypiranga e pode tirar proveito disso para se aproximar do acesso e o Paysandu precisar ter cuidado e aproveitar o fato de jogar em casa para abaixar a crescente do Londrina, depois de uma vitória dramática.

O Natal será nesta semana , mas o presente do torcedor remista e bicolor poderá demorar uns dias e chegar em janeiro, mas que certamente valerá a pena com o acesso à Série B.