O Internacional voltou a vencer na Série B. Na partida desta terça-feira, no Estádio Orlando Scarpelli, o Colorado derrotou o Figueirense pelo placar de 2 a 1. Os gols foram marcados por Victor Cuesta e Diego, para o Inter, e de Henan, para o Figueirense.

Com o resultado, o colorado salta na tabela e sobe para a quinta posição. Já o Figueirense sofreu sua terceira derrota seguida no campeonato e caiu para 12ª colocação.

Para o confronto, o Internacional poupou seis jogadores titulares (Léo Ortiz, Uendel, Rodrigo Dourado, Edenílson, D’Alessandro e Nico López). Contudo, o jogo marcou a volta do artilheiro Brenner ao grupo principal.

O JOGO

A partida mal havia começado e a primeira falta logo aos 19 segundos mostrava que o confronto seria bastante parado. Apesar de atuar fora de casa, o Internacional comandou os primeiros movimentos ofensivos e pressionou bastante o mandante. Com seis minutos de jogo, após jogada ensaiada numa cobrança de falta, Carlos recebeu na ponta esquerda e escorou para o zagueiro Danilo Silva chegar finalizando de primeira. A bola subiu muito e passou longe do gol adversário.

O Figueirense respondeu com muito perigo aos 13 minutos. O lateral-esquerdo Iago fez belo passe para Robinho, que invadiu a área e cruzou rasteiro na frente do gol, mas o goleiro Danilo Fernandes fez boa defesa e afastou o perigo.

O Internacional abriu o placar com Victor Cuesta aos 15 minutos de jogo. Em cobrança de escanteio do lateral Carlinhos, o zagueiro argentino cabeceou livre no canto direito do goleiro Thiago Rodrigues e abriu o placar no Orlando Scarpelli.

Só dava Inter. Em outra oportunidade, Carlos disparou pela esquerda fez um passe para Brenner que tocou de primeira de letra para Roberson. O atacante arriscou da entrada da área. A bola passou por cima do gol.


A equipe colorada marcava forte. Contudo, aos 22 minutos, o Figueirense chegou ao empate. Numa linda triangulação do time catarinense, Matheus Pereira recebeu na direita e cruzou para Henan, dentro da pequena área, deixar tudo igual no marcador.

O gol fez o Figueira se soltar mais na partida e pressionar o time gaúcho. Em uma chance, o meia Juliano recebeu no meio de campo, carregou a bola até perto da área e concluiu com força. Contudo, a bola subiu muito.

A boa marcação e o gramado ruim obrigava os times a fazerem lançamentos da bola para o ataque que resultavam em nada. O Inter ainda tentou ensaiar uma pressão no final da primeira etapa, mas sem boas conclusões.

SEGUNDO TEMPO

No retorno do vestiário, o técnico Guto Ferreira optou por povoar mais o meio-campo e colocou o garoto Juan no lugar no atacante Brenner, que mais uma vez passou em branco no jogo. O Figueirense também fez mudanças para o segundo tempo. A fim de buscar mais o ataque, o treinador Márcio Goiano tirou o volante Matheus Pereira e colocou o atacante Luidy.

Aos três minutos, Dudu Vieira fez belo passe para o atacante Henan, que ia entrando livre pelo meio da área, mas Junio apareceu na hora certa e de carrinho afastou o perigo.

As modificações fizeram os papéis na partida se inverterem. Se no primeiro tempo, era o Internacional que buscava o ataque enquanto o Figueirense se defendia, na segunda etapa, o colorado se fechou chamando os donos da casa para o ataque e assim apostava no contra-ataque.

Aos 18 minutos, em boa cobrança de falta, Jorge Henrique finalizou perto do ângulo direito do goleiro Danilo Fernandes. A bola desviou ainda na barreira antes de sair para a linha de fundo. Um minuto depois, mais uma boa oportunidade para o Figueirense, Dudu Vieira cruzou para Henan, de cabeça, mandar a bola perto da trave direita de ataque.

Enquanto, o Figueirense criava boas chances de gol, o Internacional desperdiçava ótimos contra-ataques. Então, o técnico Guto Ferreira fez duas modificações para colocar sangue novo na linha ofensiva colorada. Tirou Carlos e Roberson, colocando Diego e Valdemir. O comandante do Figueirense, Márcio Goiano também mexeu na equipe. O treinador realizou a reestreia do meia Marco Antônio. Para isso, ele tirou o meia Juliano.

Em belo passe de Robinho, o atacante Henan invadiu a pequena área pela esquerda e bateu cruzado. A bola passou na frente do gol e saiu pela linha de fundo. Minutos depois, Dudu Vieira arriscou de longe, mas com destino certo, obrigando o goleiro Danilo Fernandes a fazer uma linda defesa.

O Internacional voltou a ficar na frente do placar aos 30 minutos da segunda etapa. Enquanto a zaga do Figueirense tentava forçar a linha de impedimento, o meia Juan tocou para William Pottker que recebeu pela direita, carregou a bola até o fim da área e cruzou rasteiro para Diego colocar o colorado novamente em vantagem.

O Figueirense quase empatou aos 35 minutos quando Jorge Henrique recebeu na área e chutou em cima da marcação. No rebote, o atacante Robinho finalizou muito para fora.

O Internacional teve a chance de ampliar com o atacante William Pottker. O jogador recebeu livre, invadiu a área, mas concluiu em cima do goleiro Thiago. A resposta do Figueirense veio com Robinho. O atacante passou por toda a zaga colorada e deu um toquinho por cima do goleiro Danilo Fernandes. A bola ia entrando no gol, mas Junio chegou a tempo para salvar.
Já no final da partida, o zagueiro Leandro Almeida perdeu a cabeça e agrediu com um chute o jogador colorado.

O Internacional volta a campo no sábado, às 16h30 (de Brasília), contra o Náutico, no Estádio Beira-Rio, pela sexta rodada da Série B. O Figueirense, também joga no sábado, às 19h (de Brasília), contra o ABC, no Estádio Frasqueirão.

FICHA TÉCNICA
FIGUEIRENSE 1 X 2 INTERNACIONAL
Local: Estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis (SC)
Data: 06 de junho de 2017, terça-feira
Horário: 20h30 (de Brasília)
Árbitro: Flávio Rodrigues de Souza (SP)
Assistentes: Daniel Luis Marques e Ricardo Pavanelli Lanutto (ambos de SP)

GOLS:
FIGUEIRENSE: Henan, aos 22 minutos do primeiro tempo
INTERNACIONAL: Victor Cuesta, aos 15 minutos do primeiro tempo; Diego, aos 30 minutos do segundo tempo

CARTÕES AMARELOS
FIGUEIRENSE: Leandro Almeida, Dudu
INTERNACIONAL: Carlos, Carlinhos, Fabinho

CARTÃO VERMELHO
FIGUEIRENSE: Leandro Almeida

FIGUEIRENSE: Thiago Rodrigues; Dudu, Leandro Almeida, Bruno Alves e Iago; Matheus Pereira (Luidy), Dudu Vieira (Joãozinho), Juliano (Marco Antônio) e Jorge Henrique; Robinho e Henan.
Técnico: Márcio Goiano

INTERNACIONAL: Danilo Fernandes; Junio, Danilo Silva, Victor Cuesta, Carlinho; Fabinho, Charles, Roberson (Valdemir); William Pottker, Carlos (Diego); Brenner (Juan).
Técnico: Guto Ferreira

Fonte: Gazeta Esportiva