Internacional-RS confirmou o favoritismo e venceu o Paysandu por 3 a 1, nesta quinta-feira (23), pelo jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil. O jogo foi realizado no estádio do Beira Rio, em Porto Alegre (RS), na estreia dos dois times na competição.

VEJA COMO FOI O JOGO.

Logo no inicio de jogo, o Paysandu deu seu cartão de visita com Nicolas, que chutou da entrada da área e ofereceu perigo ao gol de Marcelo Lomba. O camisa 1 do Inter-RS ainda viu o chute de Thiago Primão oferecer perigo logo depois.

Enquanto isso, Mota estava atento e praticando defesas, como no chute de D’Alessandro após cobrança de falta e contar com a sorte, pois a bola bateu na trave antes de sair pela linha de fundo.

A sorte que teve neste lance faltou aos 26 minutos, quando Guerrero entrou na área e sem pedir licença tocou na saída do goleiro abrindo o placar para o Colorado.

Logo em seguida, cada time balançou a rede, mas a arbitragem entrou em ação e anulou os dois gols.

Se o Paysandu marcou no primeiro tempo e não valeu, o mesmo não se pode dizer logo no inicio da etapa final: Micael apareceu no meio da área e empatou o jogo deixando a partida empatada no Beira-Rio.


Mas a euforia paraense durou pouco tempo, pois foi pelo alto que o Inter-RS voltou a ficar na frente: em cobrança de escanteio, a bola ficou para Rodrigo Lindoso, que não dormiu no ponto e marcou o segundo do time Colorado.

O Paysandu até que tentou reagir, mas acabou levando o terceiro gol com Paolo Guerrero, que apareceu sozinho na área e contou com a indecisão do goleiro Mota para ampliar a vantagem gaúcha.

Agora, o Paysandu terá de vencer por dois gols de diferença para levar a decisão para os pênaltis. Se vencer por três gols, fica com a vaga nas quartas de final de foram direta, enquanto que o Inter-RS pode até perder por um gol de diferença que assegura a classificação.

VEJA OS GOLS

FICHA TÉCNICA

INTERNACIONAL-RS: Marcelo Lomba; Zeca (Guilherme Paredes), Victor Cuesta, Emerson e Iago; Edenilson, Rodrigo Lindoso e Nonato; D’Alessandro (Rafael Sóbis), Paolo Guerrero e Nico Lopez (Zarrafiore).

Técnico: Odair Hellmann

PAYSANDU: Mota; Bruno Oliveira, Micael, Victor Oliveira e Bruno Collaço; Jhony Douglas, Marcos Antônio, Anderson Uchoa e Thiago Primão (Thiago Luis); Diego Rosa (Vinicius Leite) e Nicolas (Paulo Henrique).

Técnico: Leo Condé

ÁRBITRO: Vinicius Gonçalves Dias (SP)

ASSISTENTES: Miguel Cataneo Ribeiro (SP) e Bruno Salgado Rizo (SP)

CARTÕES AMARELOS: Emerson (INT) e Jhony Douglas (PSC)

RENDA: R$ 467.910,00

PÚBLICO PAGANTE: 13.540

PÚBLICO TOTAL: 15.328

LOCAL: Arena Beira Rio, Porto Alegre (RS)

  • E MAIS: Quer comprar material esportivo mais barato? Clique Aqui

(Diego Beckman/DOL)