O Real Madrid poupou jogadores para enfrentar o Sporting Gijón, e quase pagou caro por isso. Isco chamou a responsabilidade para comandar a virada com dois gols, o último deles no fim, por 3 a 2.

Com a vitória, o Real segue firme na liderança do Espanhol, com 75 pontos, contra 69 do Barcelona, que ainda joga na rodada. O Gijón continua na luta contra o rebaixamento, com 22 pontos e na 18ª posição.

Isco é quem desequilibra

O Sporting Gijón surpreendeu logo no início. Com 13 minutos, Vesga encontrou muito espaço na intermediária, avançou e colocou por cima da defesa para a entrada em diagonal de Duje Cop, que abriu o placar.


Isco chamou a responsabilidade na sequência e empatou com jogada espetacular. O meia deixou dois marcadores desconcertados na área e bateu no ângulo.

O Real pressionou em busca da virada, mas com um time reserva, cometeu mais erros que o habitual. Com quatro minutos do segundo tempo, o Gijón voltou a surpreender em cabeçada de Vesga, por cobertura, para o 2 a 1.

Novamente o Real conseguiu o empate. Aos 13 minutos, Danilo cruzou da direita, Morata ganhou pelo alto e desviou de cabeça para o 2 a 2.

O Gijón aos poucos abdicou de jogar para tentar defender o seu ponto contra o líder. Mas Isco chamou a responsabilidade e, no último minuto do tempo regulamentar, bateu da entrada da área, rasteiro, no canto.