O técnico do Paysandu, Itamar Schulle lamentou a derrota para o CRB-AL por 2 a 1 e a eliminação do Papão na Copa do Brasil, após o jogo ser realizado nesta terça-feira (13), na Curuzu.

Para o treinador, o time teve falta de atenção em momentos importantes do jogo, principalmente no fim do primeiro tempo e inicio do segundo tempo de jogo.

“Creio que a equipe teve uma primeira etapa com erros de passe. Criamos o gol em jogada trabalhada e erros que cometemos onde demos chance de alçar bola na área para o adversário. Tivemos o gol, melhor na partida e no descuido tomamos o gol logo em seguida, algo que não podia acontecer e logo depois tomamos gol de bola parada que não foi jogada criada e infelizmente tomamos gol”, coloca.


O treinador ainda destaca o crescimento do time bicolor em relação ao adversário, que vem com o elenco do ano passado e conseguiu obter maior rendimento.

“Como um time em formação consegue ter maior posse em cima de um time pronto desde o ano passado? Se o time deles não deixou fazer isso, nossa equipe estar em crescimento e são coisas que acontecem”, pontua.

Por fim, Schulle diz que o Paysandu não está em período de teste e que o imediatismo não funciona no futebol sem trabalho.

“Eu não fui contratado para fazer teste. Temos um legado que ficou atrás e estou criando um trabalho com a convivência diária. A gente sabe qual é a nossa busca, agora isso respondo por mim. Futebol é resultado de trabalho em sequência. Imediatismo no futebol não funciona”, finaliza.

O Papão volta aos treinos nesta quarta-feira (14), visando o jogo contra o Tapajós, no sábado (17), no Mamazão.

(DOL)