Quatro jogadores do Gaúcho, time da cidade de Passo Fundo, foram demitidos do clube no último sábado (1) após o vazamento de um vídeo em que aparecem se masturbando no vestiário. Todos eram titulares da equipe que atualmente disputa a terceira divisão do Rio Grande do Sul.

Após o vídeo ganhar grande repercussão na internet, os quatro atletas tiveram seus contratos rescindidos. Uma reunião da diretoria do Sport Club Gaúcho selou o fim da trajetória do quarteto no clube de Passo Fundo, que tem como presidente Gilmar Rosso, militar e professor de sociologia.

A polêmica gravação também acabou envolvendo o Juventude, que não tem nada a ver com isso. Líder da Série B do Campeonato Brasileiro, o clube de Caxias do Sul acabou vinculado ao caso pelo fato do escudo do Sport Club Gaúcho ser muito semelhante ao do rival do estado.

Através de uma de suas redes sociais, o Juventude brincou com o ocorrido, mas garantiu que não tem qualquer vínculo com os jogadores que expuseram momentos íntimos nas dependências do Gaúcho.


Coé rapazeada! No Verdão não existe preconceito, porém vale lembrar:
o vídeo que estão comentando não tem relação alguma com nossos atletas.

Coé rapazeada! No Verdão não existe preconceito, porém vale lembrar:
o vídeo que estão comentando não tem relação alguma com nossos atletas.

Aos peritos em falsas notícias na internet: quem provar que o caso tem relação com o Juventude leva a taça da Copa do Brasil de brinde.

Fonte: Gazeta Esportiva