Seguindo a programação elaborada pelo técnico Marquinhos Santos e sua equipe de trabalho, o elenco do Paysandu voltou a treinar ontem pela manhã, na Curuzu. A atvidade foi acompanhada in loco pelo presidente Tony Couceiro. Mas uma vez o goleiro Emerson ficou de fora das atividades, já que ainda está entregue ao Departamento de Saúde do clube, tratando de uma lesão na coxa. Por outro lado, o lateral-direito Ayrton e o atacante Bergson deram continuidade à fase de transição.

Veja as fotos do treino

Os dois jogadores treinaram separados dos demais atletas do grupo. Como já havia antecipado o fisioterapeuta Júnior Furtado, Ayrton e Bergson, salvo problemas de última hora, estarão liberados para enfrentar o América-MG, na sexta-feira (8). Já Emerson tem, de acordo com Furtado, 70% de possibilidades de ficar à disposição do treinador Marquinhos Santos. Durante o treino, o goleiro Marcão Milanezi deixou o gramado se queixando de dores na coxa, dando início imediatamente ao tratamento no DS.


OTIMISMO

A liberação do lateral-direito Ayrton e do atacante Bergson, pelo Departamento de Saúde do Paysandu, e a evolução do tratamento feito pelo goleiro Emerson, lesionado na coxa, deixaram o técnico Marquinhos Santos otimista quanto à disponibilidade dos atletas para o jogo contra o América. O comandante do Papão revelou, ontem, que está bastante otimista quanto a utilização deles na sexta-feira.

“O Emerson deve estar sendo liberado amanhã (hoje) ou terça-feira, enquanto o Ayrton e o Bergson já devem voltar aos treinos com o grupo amanhã (hoje)”, comemorou Marquinhos. Ele ressaltou a importância de ter o maior número possível de atletas para a sua esquematização de jogo.

OPÇÕES

“É importante para o treinador ganhar essa gama de opções para a montagem da estratégia de jogo”, alegou. Nem mesmo a lesão sofrida pelo goleiro Marcão, que deixou o treino de ontem com dores na coxa, preocupa. “Não acredito que o Marcão seja motivo de preocupação para os treinos da semana”, minimizou Marquinhos Santos.

(Nildo Lima/Diário do Pará)