Começa hoje, para o Clube do Remo e Independente, a decisão da semifinal do Campeonato Paraense. As duas equipes estavam no mesmo grupo e, por isso, não se enfrentaram na primeira fase da competição. Desta forma, às 20h30, no Navegantão, em Tucuruí, Galo e Leão disputam quem chegará a grande final do Parazão. O confronto de volta esta marcado para o dia 23, um domingo, às 16h, no estádio Mangueirão, em Belém.

O mandante de hoje é o Independente, que vem com uma bela campanha até aqui. O time somou 18 pontos, com cinco vitórias, três empates e somente duas derrotas. Comandado por Léo Goiano, a equipe de Tucuruí vem mostrando uma boa postura tática até aqui. Além disso, dentro do Navegantão, o Independente está invicto no torneio, mostrando a força do time dentro de seus domínios. Com os artilheiros Monga e Magno em boa fase, o Galo espera mais uma vez fazer bonito no Campeonato Paraense. Como foi em 2011, quando a equipe de Tucuruí foi a primeira agremiação do interior a levantar a taça de campeã estadual.

Só que para chegar até a final, o Galo Elétrico vai precisar passar pelo Clube do Remo, que apesar de não estar no seu melhor momento e vir cheio de desfalques, é um time de tradição. O técnico Josué Teixeira terá somente Fininho para armar as jogadas, já que Eduardo Ramos e Flamel estão lesionados. Para mais um mata-mata decisivo, não só o treinador, mas também a torcida, espera que o Remo recupere o espírito operário que o time vinha tendo nas rodadas inicias, que foi um dos fatores determinantes para que os azulinos chegassem com a campanha invicta de seis vitórias e quatro empates.

Ao Leão, é preciso ter inteligência para administrar a partida e, principalmente, força para segurar as bicadas do Galo, que vai querer decidir a parada logo nesta primeira partida.


O TIME DO REMO

Para montar a equipe para o jogo de hoje, Josué ainda tem algumas dúvidas quanto à formação. O objetivo do treinador é fechar bem o espaço, principalmente pelo lado esquerdo da defesa azulina, nas costas de Jaquinha, por onde o Remo tem levado os últimos gols, recentemente. “Quando eu penso em três volantes, eu penso em uma cobertura melhor para o Jaquinha e também na marcação do Magno, que é um jogador de velocidade”, explica. “A gente vai analisar a formação com calma. Temos de estar atentos ao time adversário para não sermos surpreendidos”, completa o técnico.

GALO ESTÁ BEM PREPARADO

O técnico Léo Goiano já demonstrou ao longo deste Paraense que ele é um estrategista. O treinador do Independente é um dos nomes que tem se destacado entre os comandantes do futebol local. Para o jogo de hoje contra o Remo, ele já sabe muito bem como armar a sua equipe para dar o primeiro passo rumo à classificação.

O treinador conta que a preparação da sua equipe foi muito boa para esta partida. Segundo Goiano, o Galo é merecedor desta vaga. “É o jogo do ano para nós. Temos uma equipe modesta e trabalhadora. Chegamos aqui com méritos”, afirma.

Léo Goiano ressalta que apesar de o Remo vir com alguns problemas, não se pode subestimar o adversário. “O Remo só perdeu dois jogos na temporada. É uma equipe muito forte e, independente da situação, é um dos protagonistas do campeonato”, diz.

Fazendo o primeiro jogo dentro de casa, o comandante do Galo vai utilizar a sua tradicional estratégia para fazer um bom resultado diante do seu torcedor e depois, em Belém, administrar o placar. “São 180 minutos. Temos que vencer. Primeiro vamos fazer bem feito. Temos de valorizar nossas virtudes e anular a do adversário”, analisa. “Que possamos estar em dia feliz e façamos um bom resultado. Depois, é pensar em outra estratégia, para o jogo lá de Belém”, avisa Léo.

 

(Café Pinheiro/Diário do Pará)