O Atlético Paranaense perdeu por 4 a 0 contra o Grêmio o jogo de ida das quartas de final da Copa do Brasil, em Porto Alegre, e se complicou na briga por uma vaga na próxima fase, precisando tirar uma enorme vantagem do adversário em Curitiba. Experiente, o meia Lucho González, que não começou como titular e entrou na segunda etapa, acredita faltou ao time marcar primeiro e segurar a pressão do Tricolor.

“Até começamos bem o jogo. Sabíamos que nos primeiros 15 minutos o Grêmio ia tentar sair, encontrar espaços e ficamos bem fechados. Tivemos o lance dentro da área e não conseguimos aproveitar”, lamentou o jogador, cobrando maior efetividade do time. “Nesta competição, quando não se concretiza as chances que tem, se paga caro”, emendou.


A derrota, entretanto, não pode pesar demais, já que no final de semana já tem jogo pelo Campeonato Brasileiro, pelo qual o Furacão tentará sua quinta vitória seguida, diante do Sport.“Agora temos que pensar no Brasileiro, tentar focar na recuperação de quem jogou mais. Estamos tristes por ter perdido por uma grande diferença, mas temos que continuar, pois no domingo tem outro jogo importante”, concluiu.

Fonte: Gazeta Esportiva