O Cruzeiro foi eliminado da Copa Sul-Americana ao perder para o Nacional-PAR por 2 a 1 no tempo normal e 3 a 2 nos pênaltis, em confronto disputado em Assunção na noite desta quarta-feira. Segundo o treinador celeste, Mano Menezes, os erros técnicos de seus jogadores foram fundamentais para a eliminação.

“Iniciamos jogando bem e depois sofremos um gol de empate de falha individual, bola sem risco, poderia ter passado e não passou. No segundo tempo, ajustamos algumas coisas, mas voltamos a falhar individualmente e tomamos o segundo gol. Nas penalidades máximas, estivemos duas vezes na frente, com a vantagem, mas não soubemos confirmá-la. Perdemos a decisão, durezas do futebol”, destacou o treinador.


O comandante celeste ainda lamentou ter sofrido duas derrotas nos últimos dois compromissos, já que perdeu o clássico contra o Atlético-MG, na final do Campeonato Mineiro. “Vínhamos fazendo uma temporada boa e, em um espaço de sete dias, tivemos duas derrotas que nos custaram a perda do Estadual e a eliminação na Sul-Americana”, acrescentou.

Mano espera poder trabalhar mais para corrigir erros de sua equipe, e observa que algumas características da Raposa estão fugindo dos patrões estabelecidos por ele.

“O Cruzeiro está se caracterizando por uma equipe que tem um comportamento que eu não gosto: de sair do jogo com facilidade. Tivemos uma partida que se iniciou bem, mas, quando fizemos o gol, logo depois saímos da partida. O adversário pode ter seus méritos, mas não podemos deixar de jogar. Cometemos erros em um setor do campo que entrega a partida. Temos jogadores de qualidade para não passarmos por isso”, finalizou.

Fonte: Gazeta Esportiva