A diretoria do Paysandu, de acordo com o superintendente de futebol, Vandick Lima, deve começar a traçar, a partir de hoje, os planos do clube com vistas à temporada 2018. Segundo o funcionário bicolor, uma das primeiras resoluções que serão tomadas diz respeito à permanência do técnico Marquinhos Santos, assim como de alguns dos atletas do atual elenco, entre eles, o atacante Bergson.

Veja imagens de Ceará x Paysandu

Vandick revelou que, a princípio, a tendência é que o treinador comande o novo elenco que começará a ser formatado já a partir do próximo mês, devido o curto tempo até a estréia no Parazão do ano que vem.


Vandick revelou que o trabalho de Marquinhos vem agradando à diretoria, mesmo a despeito dele ter assumido o cargo no lugar de Marcelo Chamusca, que montou o grosso do grupo de jogadores para a Série B do Brasileiro, pelo qual disputou, ontem, a sua 26ª partida, no Castelão, contra o Ceará-CE. “Ele entrou no meio. Penso que um treinador só pode ser bem avaliado quando ele começa um trabalho, sendo o responsável pelas indicações dos atletas”, justificou Vandick.

Quanto aos jogadores que o clube pretende manter na Curuzu, com exceção do atacante Bergson, os nomes ainda não foram definidos. “Ainda não fizemos um estudo em cima disso. Lógico que a gente já sabe dos jogadores que estão se destacando e correspondendo, mas só vamos sentar mesmo na quinta-feira. É quando vamos não só pensar na partida contra o Santa Cruz-PE, mas também em 2018”, argumentou Vandick.

Bergson na Europa?

– Um dos primeiros nomes na lista de atletas que interessam ao Paysandu para 2018, o atacante Bergson, autor de 13 gols na Série B, deve receber, nas próximas horas proposta para atuar no futebol da Europa. O convite será feito ao pai e procurador do atleta pelo empresário português Antônio Manoel da Prata Tavares, que está em Belém. Tavares é o mesmo investidor que levou para Portugal o ex-ídolo da torcida do Clube do Remo, Artur, além de outros atletas do futebol local.

– De acordo com uma pessoa próxima ao empresário, o valor que já teria sido oferecido ao atacante pelo Goiás-GO, é facilmente coberto por clubes de porte médio do futebol de Portugal. Tavares, ainda segundo o radialista com o qual o investidor mantém laços de amizade, pretende retornar à Europa deixando as bases financeiras do contrato com atleta definidas.

(Nildo Lima/Diário do Pará)