Lanterna do grupo A1 da Série C do Campeonato Brasileiro, com apenas oito pontos, o Clube do Remo voltou ao trabalho nesta quarta-feira (20). Na reapresentação remista, esclarecimentos sobre o empate em casa contra o Atlético-AC e ainda esperança de acesso para a Segunda Divisão em 2019.

Responsável em conversar com a imprensa após a atividade, o meia Rodriguinho comentou sobre a situação difícil de momento na tabela. Mais do que se livrar do rebaixamento para a Série D, o meia revelou que ainda pensa em classificação.

“Há esperança. Sou o primeiro a falar. Eu e todo o grupo, estamos todos fechados. Não é por causa das derrotas que nosso grupo está desmotivado ou desunido. A gente está mais unido do que nunca para dar a volta por cima. Eu tenho certeza, nós vamos sair dessa situação. Apesar do nosso foco, agora, que é sair dessa situação, da zona de rebaixamento, eu ainda tenho esperança de classificação”, disse o jogador.


Nas redes sociais e até mesmo em protestos isolados ao longo dos jogos do Leão em casa, o grupo de jogadores tem percebido a insatisfação do torcedor, cada vez mais impaciente com a falta de vitórias. Rodriguinho garante que não há como ficar blindado do descontentamento do Fenômeno Azul.

“Acompanho algumas redes sociais. A gente procura se blindar, mas a situação está tão incômoda, que a gente busca saber como o torcedor está reagindo. A gente sabe da insatisfação da torcida. A gente não tem como dizer que eles não têm motivo. A posição na tabela incomoda”, lamentou.

O próximo confronto do Leão será contra o Globo-RN, no domingo (24), a partir de 18h, com cobertura lance a lance do DOL.

(DOL)