As mudanças nas transmissões dos jogos pela televisão e internet, determinadas pela Medida Provisória (MP) 984, em vigor desde o dia 18 de junho, não muda nada para o Paysandu. O presidente bicolor, Ricardo Gluck Paul, informa que o Papão não planeja utilizar por conta própria a rede mundial de computadores para as transmissões de suas partidas na Série C do Brasileiro. Os bicolores estreiam no certame nacional em Belém recebendo a visita do Santa Cruz-PE. Gluck Paul lembra que o clube ainda tem contrato em vigor com uma empresa detentora dos direitos de transmissão de seus jogos pela Internet.

Com a criação da MP, o clube mandante, de forma unilateral, portanto sem a concordância de seu adversário, pode negociar a transmissão das partidas e, caso queira, bancar a própria cobertura dos jogos. “Essa Medida Provisória que está aí em evidência, na verdade, não traz novidade com relação à transmissão dos jogos pela Papão TV”, diz o dirigente. A MP afirma que para você negociar é pelo mandante, mas o pessoal está confundindo. O direito de transmissão sempre pertenceu aos clubes, só que antes tinha de existir o consenso entre os dois clubes, mandante e visitante. Agora é só o mandante quem decide”, argumenta.


Gluck Paul ressalta que o acordo firmado entre o Paysandu e a empresa DAZN ainda precisa ser cumprido em sua totalidade. “Os clubes, entre eles o Paysandu, assinaram acordos de quatro, cinco anos com as emissoras e a coisa do streaming que começou a explodir por agora. A DAZN comprou os direitos da Série C por quatro temporadas, essa é a segunda, então não influencia nada pra gente”, observa o dirigente do Papão. O presidente destaca que, caso consiga o acesso à Série B do Brasileiro, a história mudará de figura não só para o Paysandu, mas para os demais classificados.

“Subindo para a Série B do Brasileiro, não tem acordo nenhum com nenhuma emissora. Aí sim, vamos dizer assim, chegará ‘virgem’, podendo assinar o que quiser com quem quiser”, alerta o dirigente do Papão, que em 2021, não estará mais no comando bicolor, com o time disputando a Série B, caso o clube venha a obter o sonhado acesso à Segundona. O mandato de Gluck Paul se encerra no final de novembro, quando haverá eleição no clube para a escolha do novo presidente, cujo mandato se encerrará no final de 2022.

A DAZN comprou os direitos da Série C por quatro temporadas, essa é a segunda, então não influencia nada pra gente.

(Diário do Pará)