O novo uniforme bicolor para 2018, especialmente a camisa n° 1, chamada de “Valentia”, que é inspirada no título mundial conquistado pela Argentina em 1986, é destaque na edição deste domingo (24) no jornal Olé, o principal de esportes do país hermano e o maior da América Latina no segmento.

O jornal dá uma leve alfinetada no Uruguai, que inspira a segunda camisa bicolor e ainda questiona se, depois do Papa Francisco que recebeu uma camisa alviazul de um torcedor tempos atrás, Maradona também será presenteado com o “manto bicolor”. Imagem: Reprodução/Olé

A matéria, publicada também no site e nas redes sociais do jornal, destaca que, apesar da rivalidade criada ao longo dos anos dentro de campo entre Brasil e Argentina, o bicolor estadual foi ousado ao “quebrar a tradição” e ao homenagear o título da seleção que tinha à frente Maradona.


Com a pergunta-provocação se Messi vai ver o manto e mesmo vesti-la, o texto, no entanto, derrapa na apuração e afirma que o Papão está na série C, divisão da qual não participa desde 2014, e não na Série B do Brasileirão, onde este ano terminou em 11° lugar.

A publicação relembra ainda o maior feito do clube e de um time da Amazônia: a vitória por 1 a 0 ante o Boca Juniors, em La Bombonera, no dia 24 de abril de 2003, pelas oitavas-de-final da Libertadores daquele ano.

Meses depois, o Boca foi campeão da competição em cima do Santos-SP e, em dezembro do mesmo ano, se sagrou campeão mundial ao bater o Milan na final do Intercontinental.

No final da matéria, o vice-presidente do clube, Ricardo Gluck Paul, afirma que o azul e branco, que unem Paysandu e Argentina, “são nossas cores da sorte… Sempre foi assim! Esperamos que em 2018 seja assim de novo”. Em tom de torcida e cumplicidade, a matéria finaliza com “que a boa sorte seja compartilhada!”

E você, acha que será um bom ano para o Paysandu e para a Argetina?

(Enderson Oliveira/DOL)