vitória do Brasil por um a zero no amistoso diante da Alemanha repercutiu não apenas nos jornais nacionais como também na mídia internacional. Além de aumentar a confiança do time brasileiro, o resultado fez com que os alemães perdessem uma invencibilidade de 22 partidas e com que alguns jogadores questionassem a real capacidade do time para o mundial. Um dos que mostrou seu descontentamento foi o meia Toni Kross.

“Para tirar algo positivo dessa partida, dá para dizer que nós melhoramos nos últimos minutos do jogo, mas o saldo foi negativo, e os problemas do nosso time ficaram escancarados. O Brasil nos mostrou que não somos tão bons quanto todos dizem. Ou, pelo menos, o que alguns de nós talvez possa achar que somos”, destacou o meia do Real Madrid em entrevista à emissora alemã ZDF.


A partida desta terça-feira era esperada não apenas para torcedores brasileiros e alemães, mas por muitos que consideram as duas seleções favoritas para conquistar a Copa do Mundo. Mesmo sem alguns titulares, como Neuer, Hummels e Thomas Müller, a Alemanha ganhou certo favoritismo pelo ótimo momento que vivia e pelo “fantasma” do 7 x 1. No entanto, a Seleção Brasileira teve uma das melhores atuações no comando de Tite e conseguiu vencer os atuais campeões mundiais.

Agora, os atletas retornarão aos gramados para defender a Seleção Brasileira no começo de junho, quando o time de Tite jogará contra a Croácia e a Áustria, nos dias 03 e 10, respectivamente. Na ocasião, os jogadores que estiverem nas duas partidas já serão os 23 convocados pelo técnico para a Copa do Mundo.

Fonte: Gazeta Esportiva