Antes do treino de ontem, na Curuzu, o técnico Marcelo Chamusca falou sobre a importância do jogo contra o Inter, que ele apontou como “um confronto direto”, justificando, em seguida, que o adversário, assim como o Paysandu, soma 4 pontos na classificação da Série B. O comandante não escondeu que sonha alto, pensando até mesmo na liderança da competição, hoje ocupada pelo CRB-AL, que soma 7 pontos, obtidos em 3 jogos, 1 a mais que o Papão.

“Vencendo, nós vamos para o G4 ou até mesmo para a liderança do campeonato”, lembrou. O treinador destacou que o fato de a competição só estar em seu início, indo para a 3ª rodada, não deve diminuir a ambição bicolor de ocupar a parte mais alta da classificação. “Apesar de ainda ser a terceira rodada, é o mesmo peso da 38ª, já que todos os jogos valem os mesmos três pontos. O importante é ficar na primeira parte da tabela”, enfatizou.

O treinador confirmou a volta de Emerson ao gol do time e justificou: ”Ele ficou de fora diante do Paraná por conta de uma lesão. Ele é o titular, exerce, em algumas partidas, a função de capitão da equipe. É um jogador que tem uma história muito bonita no clube, com liderança, qualidade de jogo, é um atleta importante”, afirmou. Sobre a ausência do argentino D’Alessandro, principal ídolo do Inter, o treinador declarou. “Eles têm um elenco de muitos jogadores de qualidade, que podem suprir com facilidade a ausência desse atleta”, apontou.


Emerson volta ao time e mira os três pontos

De volta ao time do Paysandu, depois de se recuperar de lesão na coxa esquerda, que fez com que ele ficasse de fora do jogo contra o Paraná-PR, substituído por Marcão Milanezi, o goleiro Emerson expôs, ontem, na Curuzu, todo o seu otimismo quando a uma boa apresentação da equipe bicolor diante do Internacional-RS e, consequentemente, a conquista de mais três pontos na Série B pelo Papão.

“Sabemos da importância e da responsabilidade que temos numa partida como essa”, disse. “Ganhando a partida, vamos ter condições de brigarmos por uma vaga lá em cima na tabela”, prosseguiu. Mesmo reconhecendo as qualidades do visitante, que conta com uma equipe de grande nível, Emerson não acredita, no entanto, que o Inter já esteja com sua volta à Série A garantida.

“O time deles tem grandes probabilidades de voltar, mas, assim como todos aqueles que caíram no ano passado, precisa fazer por onde”, apontou. “Assim como eles, nós aqui também vamos brigar para subirmos”, observou. O ídolo da Fiel confessou que ficou chateado por ter saído da partida contra o Luverdense-MT, na final da Copa Verde, e ainda ter desfalcado o Papão diante do Paraná. “Ficar esse tempo todo sem treinar e sem jogar foi muito ruim. Confesso que estou ansioso para voltar a jogar e ajudar nossa equipe”, concluiu.

(Nildo Lima/Diário do Pará)