Embora a fase não seja das melhores, com o time na luta jogo a jogo para se afastar do perigo do rebaixamento, a direção do Paysandu tem ao menos um bom motivo para comemorar, apesar da razão não vir de dentro das quatro linhas. De acordo com a consultoria BDO, o Papão é um dos 40 clubes mais valiosos, hoje, do futebol brasileiro. A pesquisa, de acordo com a empresa, é feita há 10 anos e se baseia em três pilares, que são torcida, mercado e receita, com os quesitos englobando 40 pontos de avaliação. A lista, como não poderia deixar de ser, é liderada pelo Flamengo-RJ, que teve crescimento em torno de R$ 200 milhões.

O Rubro-Negro carioca é seguido pelo Corinthians-SP e Palmeiras-SP, que tiveram crescimento de pouco mais de R$ 100 milhões. O Paysandu só fica atrás da Chapecoense-SC entre os clubes que mais valorizaramm as suas marcas nos últimos cinco anos. De acordo com a BDO, o quesito mercado leva em conta tudo aquilo que o clube consegue arrecadar com a sua marca, desde a venda dos direitos de transmissões dos jogos até a venda de produtos, caso da marca Lobo, do Paysandu, com a venda de produtos licenciados pelo clube.


REPERCUSSÃO

O resultado da pesquisa é festejado pela direção bicolor. “Isso é reflexo do trabalho sério que vem sendo desenvolvido ao longo dos últimos cinco anos e da seriedade da administração”, comentou o presidente Tony Couceiro.

(Nildo Lima/Diário do Pará)