O diretor financeiro do Paysandu, Elmar Saúde, confirmou, ontem, que o Paysandu deve parte dos direitos de imagem aos jogadores do clube, valor que deveria ter sido pago no dia 20 de junho. O dirigente, porém, frisou que os salários dos atletas estão em dia. “Hoje (ontem), inclusive, estamos pagando a folha do mês de junho”, declarou. “Portanto, o direito de carteira e a ajuda moradia estão sendo pagos normalmente”, prosseguiu.

Saúde explicou que o valor devido ao elenco, referente ao direito de imagem, é de menos de 50% do montante. “Devemos apenas uma pequena parcela, que não chega a comprometer o pagamento de compromissos contraídos pelos jogadores”, amenizou o cartola.


“O valor maior desse direito já foi pago ao grupo”, completou. De acordo com Saúde, “até segunda-feira (10) isso será resolvido”, prometeu o dirigente.

DIFICULDADE GERAL

O dirigente ressaltou que a dificuldade financeira não é exclusividade do Paysandu. “Todo o País está em crise. Todo mundo tem as suas dificuldades. Qual a empresa e o clube que não está em dificuldade?”, indagou. Saúde também lamentou a saída do ex-presidente Sérgio Serra, com quem disse ter “o melhor dos relacionamentos”. “Foi um presidente exemplar, que sempre se dedicou ao trabalho”, elogiou Elmar Saúde.

(Nilson Lima/Diário do Pará)