O Paysandu pressionou, insistiu, mas não saiu com a vitória em mais uma partida em casa no Campeonato Brasileiro da Série B. Contra o CRB-AL, na noite desta sexta-feira (13), na Curuzu, o Papão ficou no empate em 0 x 0, chegando aos 37 pontos na tabela da Segundona.

Em jogo com muita correria, mas pouca qualidade técnica, os bicolores estiveram sempre mais perto de abrir o placar, mas pararam em um Galo fechado e em ótimas defesas do goleiro Edson.

O resultado colocou o time alviceleste na 11ª posição na tabela. O próximo compromisso, porém, será fora de casa, contra o Luverdense-MT, na próxima terça-feira (17), às 21h30, com cobertura lance a lance do DOL.

Paysandu melhor, placar empatado: O Paysandu fez um primeiro tempo aquém do esperado pelo torcedor bicolor. Com muitos erros, o Papão esboçou pressão contra um fechado CRB-AL, mas abusou dos erros de passes e foi para o intervalo com o placar em branco.

Os bicolores começaram melhores e usaram a Curuzu lotada para encurralar o Galo alagoano no campo de defesa. As jogadas pelas laterais, principalmente com Guilherme Santos, eram as principais armas do time comandado por Marquinhos Santos, mas sem grandes perigos ao goleiro Edson.


Na base do contra-ataque, sem pressa para chegar no campo ofensivo, o time de Mazola Jr mandou cruzamentos em grande quantidade, sempre buscando op centroavante Zé Carlos, mas o camisa 9 ficou bastante isolada e não conseguiu dar trabalho.

No final do primeiro tempo, o Paysandu se lançou todo ao ataque para tentar abrir o placar, mas novamente parou em uma defesa fechada, que garantiu o 0 x 0 no primeiro tempo.

Pressão bicolor não vira bola na rede: O time paraense voltou para o segundo tempo disposto a desempatar e teve mais atitude. Ainda longe da eficiência necessária para abrir o placar, o Bicola teve disposição, pressionou a saída de bola adversária e esteve sempre no entorno da área do visitante.

No decorrer da partida, Caion entrou na vaga de Marcão e deu mais mobilidade ao setor ofensivo. O atacante foi quem mais esteve perto de abrir o placar, após finalização com estilo, mas que o goleiro Edson pulou e tirou com a ponta dos dedos.

Na reta final, na base do tudo ou nada, o cenário permaneceu o mesmo, quase de ataque contra defesa, mas a proposta do time visitante foi melhor executada e o resultado manteve-se o mesmo até o apito de encerramento do confronto.

FICHA TÉCNICA:

Paysandu: Emerson; Lucas Taylor, Perema, Diego Ivo e Guilherme (Perí); Renato Augusto; Nando Carandina; R.Andrade (Wellington Jr) e Fábio; Marcão (Caion) e Bergson

CRB: Edson; Ratinho (Tinga), Flávio, Adalberto e Diego; Olívio, Adriano, Danilo e Toni; Chico (Pedro) e Zé Carlos (Neto Baiano)

Estádio: Curuzu, Belém (PA)

Árbitro: Bruno Arleu de Araujo

Auxiliares: Luiz Claudio Regazone e Eduardo de Souza Couto

(DOL)