Fernando Torres/Paysandu

Assim que ficou conhecido os jogos das oitavas de final da Copa do Brasil, realizado nesta quinta-feira (20), no Rio de Janeiro (RJ), o Paysandu Sport Club terá pela frente o Santos-SP, adversário que coleciona algumas partidas importantes contra o time bicolor.

As duas equipes já se enfrentaram 17 vezes ao longo da história, com ampla vantagem santista. Foram 13 triunfos do Peixe contra apenas duas do Papão da Curuzu e outros dois empates foram registrados.

Nas duas vitórias do Papão sobre o time paulista, o placar foi de 2 a 1, ambos pela Série A do Campeonato Brasileiro, nos anos de 2002 e 2003.

O confronto é marcado também por algumas curiosidades. Confira

Papão frente a frente com o Rei Pelé


O dia 6 de agosto de 1968 foi importante para a história do futebol paraense. Pela segunda vez, o Rei Pelé enfrentaria um time paraense (havia enfrentado o Remo em 65). O Paysandu chegou a sair na frente, mas o então camisa 10 do Peixe marcou dois gols e o Santos saiu vencedor por 3 a 1, em jogo amistoso no estádio da Curuzu.

Messias malvado da Vila

Em 95, o Paysandu enfrentou o Santos-SP na Vila Belmiro. Em grande fase, o meia paraense Giovani fez um inferno em cima dos bicolores e garantiu a vitória do Peixe por 2 a 1. Catania descontou para o Papão que enfrentou a equipe que seria vice-campeã da Série A.

Gol, porrada e spray

Em outubro de 2002, Papão e Peixe se enfrentaram no Mangueirão. O placar apontava 1 a 1 quando Vandick marcou o gol da vitória do Paysandu para desespero dos santista, que alegaram impedimento. O jogador Preto acabou sendo acertado por um cassetete da Polícia Militar, que ainda conteve os ânimos do técnico Emerson Leão, com spray de pimenta.

Robinho e Diego? Aqui é Welber e Iarley, pai.

Atual campeão brasileiro, o Santos tinha a dupla sensação em 2003: Robinho e Diego. O meia marcou para o Peixe, mas o Papão da Curuzu que disputava a Libertadores da América tinha Iarley e Welber, que marcaram os gols da virada bicolor. Foi a última vitória do Papão no confronto.

Título brasileiro quase sai de Belém

Em disputa pelo título da Série A de 2004, Santos e Atlético-PR disputavam o caneco ponto a ponto e o Peixe veio a Belém para enfrentar o Papão. O Peixe precisava da vitória mas acabou no empate em 1 a 1. Menos mal que o Furacão empatou com o Grêmio e o título ficou adiado para a última rodada.

Partiu, Madrid.

O último confronto entre Paysandu X Santos-SP aconteceu em agosto de 2005 pela Série A e marcava a despedida de Robinho do futebol brasileiro. O jogador estava se transferindo para o Real Madrid. O Papão bem que tentou estragar a festa, mas o Peixe venceu por 3 a 2.

 

(Diego Beckman/DOL)