Há poucos dias em Belém, o meia Kaio Wilker já começou a sentir as diferenças e dificuldades que ele vai encontrar por aqui. O clima quente e úmido do Pará, e o gramado pesado, ele já pode sentir durante alguns treinamentos que ele realizou no Baenão. Por isso, o jogador vem trabalhando forte para conseguir se adaptar logo a esta nova fase e engrenar com o Clube do Remo neste Campeonato Brasileiro da Série C.

Veja imagens do treino


Kaio veio do Ypiranga-RS, onde há uma diferença grande do clima e do futebol, em relação ao Paraense. Porém, desde que chegou ao Leão, o atleta vem trabalhando para se acostumar a essa troca brusca, principalmente de temperatura, e poder ficar 100% à disposição do treinador Josué Teixeira, para ajudar a equipe no sonho de retornar à Série B. “Assim que eu cheguei em Belém, a gente já viu o quão grande é o Remo, não só aqui, mas também a nível nacional. Estar na Série C, não convém com o clube. E nós abraçamos esta causa em busca do acesso”, destaca.

O jogador comenta ainda que os azulinos vão sofrer bastante nesta Terceirona. Segundo Kaio Wilker, é fundamental começar bem, ou seja, é preciso vencer na estreia. “São dois campeonatos distintos. O primeiro, as 18 rodadas, onde temos de ficar ao máximo entre os quatro primeiros. E a outra, que é o mata-mata do acesso, e vamos em busca disso”, planeja o azulino.

(Café Pinheiro/Diário do Pará)