O presidente do Paysandu, Tony Couceiro, aproveitou a coletiva de ontem, na Curuzu, da qual participaram ainda o diretor de futebol Lucas Conde e o executivo de futebol André Mazzuco, para revelar todo o seus descontentamento com o ex-atacante bicolor, Walter, que se transferiu para o CSA-AL, após uma breve passagem pela Curuzu.

“Não sei se dentro de campo o Walter chegou a decepcionar”, iniciou o presidente. “Agora, pra mim, o comportamento dele fora de campo foi, no mínimo, decepcionante”, desabafou o dirigente. “Acho que faltou profissionalismo por parte dele ao tratar da proposta do CSA com o nosso time envolvido em jogos decisivos”, disparou Couceiro.


“Até fizemos questão que o Walter fosse para o CSA por sabermos que ele não nos daria o retorno que a gente esperava”, arrematou.

CURUZU

Walter à parte, o presidente informou, também, que o Paysandu, em princípio, deverá mandar todos os seus jogos em Belém na Curuzu. “Este ano, a única partida que a gente ainda pretende fazer no Mangueirão é o da final da Copa Verde”, explicou.

(Nildo Lima/Diário do Pará)