Embora tenha sido inferior ao adversário, no primeiro tempo, o Paysandu se impôs no segundo, e garantiu, com folga, sua classificação à semifinal do Parazão, ao bater, ontem à tarde, o Águia, por 2 a 0, em pleno o estádio Zinho Oliveira, em Marabá.

Com o triunfo, o Papão manteve-se invicto na competição, agora, com dez partidas sem derrota – 6 vitórias e 4 empates. Os bicolores chegaram a 22 pontos, com a melhor campanha da disputa, tendo, agora, como adversário, na semifinal, o Independente, segundo colocado do Grupo A2, com jogos de ida e volta na quinta-feira (4) e segunda-feira (8), em Tucuruí e Belém, respectivamente.

Como qualquer decisão, o confronto começou sob forte marcação, sobretudo do Papão. As equipes tentavam o toque de bola, mas com pouco espaço para trabalhar, as investidas ao ataque eram raras. O Águia passou a envolver o Papão, ganhando o meio de campo. O Azulão tocava com bom aproveitamento a bola no setor, dando trabalho ao inimigo.


A primeira etapa foi encerrada com pressão do Azulão, após o time por pouco não sofrer gol, aos 39, em cobrança de falta de Marcos Antônio. O Papão foi para o intervalo com Bruno expulso, após agredir um adversário.

O Papão voltou para o jogo, após o intervalo, assustando em chute de Nicolas, logo aos 2 minutos. O jogo era mais disputado, com maior incidência ofensiva do Azulão, que precisava vencer, visto que o Bragantino vencia o Independente, assim, o Tubarão ia garantindo classificação no Grupo A1. O Papão levava um “calor” do Azulão que, aos 12, quase marca em chute de Pelé. Mota fez boa defesa. Os bicolores reagiram em lance de perigo criado por Nicolas.

GOLS 

 Como o futebol é mesmo surpreendente, aos 28, o Papão saiu do sufoco, abrindo o placar. Escanteio cobrado da direita, após bate-rebate na área, a bola sobrou para Victor Oliveira, que, meio sem jeito, bateu, de pé direito, para fazer 1 a 0 Paysandu. Aberta a “porteira”, o Papão chegou a 2 a 0, aos 34. A bola foi cruzada da direita e Nicolas, de cabeça, fez 2 a 0, ratificando sua classificação à semifinal do Estadual.

(Nildo Lima/Diário do Pará)