Chegou o grande dia para a equipe feminina do Pinheirense. A partir das 15h de hoje, no estádio da Curuzu, em Belém, o General da Vila entrará em campo contra o Caucaia-CE, pelo segundo e decisivo jogo das semifinais do Brasileirão A2 feminino de futebol. Em qualquer empate, o time paraense se garante automaticamente para as finais inéditas desta edição do certame, além da vaga para a elite do Nacional do ano que vem.

Com a vantagem a seu favor, já que venceu o duelo de ida no Ceará, na quarta-feira passada (5), por 2 a 1, o Pinheirense tem todos os atributos para consolidar as conquistas, nesta tarde. Isso por que a esquadra icoaraciense possui excelentes números dentro de casa. Dos 4 jogos em Belém, foram 3 vitórias e apenas 1 empate, contra a Tuna, em 1 a 1. Para a arqueira Rosany, que terá a missão de fechar o gol, é o momento de extrair as coisas positivas de tudo que foi feito. “Queremos mais do que tudo o acesso, esse é o nosso maior objetivo. Trabalhamos de sol a sol para chegarmos onde estamos, vamos colher os frutos do nosso trabalho duro”, destacou a goleira, que é a menos vazada da Série A2, com 5 gols.


OBJETIVO TRAÇADO

Mesmo sabendo que, em caso de vitória, a vaga para a grande final estará assegurada, para o plantel do time, o fato de poderem desfrutar do ingresso à Série A1 é o que motiva as atletas mais do que qualquer título. “Esse jogo já vale nossa final, sendo o prêmio o acesso. É por isso que estamos batalhando desde o início. Respeito total ao Caucaia-CE, mas nossa campanha não terminará aqui. Claro que se formos pra final, e iremos, vamos lutar pelo título. Vamos fazer história, não duvidamos disso”, exaltou Rosany.

(Matheus Miranda/Diário do Pará)