Flamengo e Pinheiros fizeram mais um duelo épico no Novo Basquete Brasil (NBB). O jogo 5 da série quartas de final aconteceu na noite desta sexta-feira, no ginásio Tijuca Tênis Clube, e foi disputado até os segundos finais. Mesmo jogando fora de casa e contra o melhor time da primeira fase, o Pinheiros conseguiu vencer por 78 a 75 e avançar às semifinais.

O clube paulista chegou às semifinais como um “azarão”. A equipe encontrou pela frente o Flamengo, melhor time da primeira fase da competição e atual tetracampeão e saiu atrás na série, sofrendo 2 a 0. No entanto, os paulistas contaram com a força do elenco e conseguiram virar a parcial e avançar.

Assim como no jogo 4, os principais destaques do Pinheiros foram os norte-americanos Holloway e Bennett. Com 21 pontos, Holloway foi o principal pontuador dos paulistas, enquanto Bennett liderou as assistências, com 6 – além de 11 pontos marcados.


O jogo – No primeiro tempo, o equilíbrio tomou conta do duelo. Mesmo fora de casa, o Pinheiros começou pontuando mais, enquanto o Flamengo não se encontrava em quadra. Quando o experiente Olivinha chamou a responsabilidade, o Mengão se lançou ao ataque e venceu a primeira parcial por 23 a 21.

No segundo quarto, Olivinha voltou a comandar o Flamengo, que ampliou a vantagem para três pontos. Já no terceiro quarto, o Pinheiros mostrou que não iria se entregar e teve sua melhor participação no jogo. Liderados por Bennett e Holloway, o clube paulista diminuiu a diferença e conseguiu abrir vantagem no placar.

No último quarto, quando o Pinheiros estava melhor na partida, o técnico Guidetti pediu tempo e freou o ritmo do próprio time, que sofreu três ataques fulminantes de Olivinha e acabou vendo a diferença diminuir para apenas um ponto. No entanto, o Pinheiros, com o relógio a seu favor, contou com o bom aproveitamento da equipe nos lances livres provocados pelo Flamengo e, após ver o time da casa errar três arremessos de três, conseguiu a grande vitória.

Agora, o Pinheiros enfrenta o Bauru Basket na semifinal da competição. A partida é uma reedição da semifinal da edição 2016 do NBB. Na época, o Bauru levou a melhor e avançou à grande final.

Fonte: Gazeta Esportiva