O presidente da Federação Internacional de Automobilismo (FIA), Jean Todt revelou que teve uma companhia especial ao acompanhar o GP do Brasil de Fórmula 1: o alemão Michael Schumacher.

A declaração foi feita ao jornal “Auto Bild”, onde Todt deu detalhes sobre o encontro com o piloto sete vezes campeão da Fórmula 1.

“Eu sou sempre cauteloso quando digo alguma coisa, mas é verdade que eu vi o Grande Prêmio do Brasil com Michael Schumacher”, revelou o ex-chefe de Schumi na equipe Ferrari.


Recentemente, Todt recebeu uma homenagem do jornal “Bild” e se emocionou ao lembrar dos tempos em que trabalhar com o piloto alemão.

“Quase choro. Há fotos dele no meu apartamento e no meu escritório. O tempo com o Michael sempre será lembrado como o melhor da minha. Nós nos amamos porque escrevemos uma história incrível juntos”, revelou Todt.

Michael Schumacher sofreu um acidente durante as férias em dezembro de 2013, na Suíça e poucas pessoas tem acesso a família do piloto, que preserva ao máximo informações sobre o ex-piloto.

(Com informações do UOL)